Consultar: Faculdade de Engenharia Mecanica - FEM

Título [Principal]: Verificação da usinabilidade dos aços inoxidaveis austeniticos atraves do processo de furação
Título [Outro Idioma]: Classification method of elements that cause the run-up period in changeover
Autor(es): Robson de Camargo
Palavras-chave [PT]:

Metais - Usinabilidade , Aço inoxidavel , Materiais resistentes a corrosão
Palavras-chave [EN]:
Machinability of metals , Austenitic stainless steel , Drilling , TiN coating ,
Área de concentração: Materiais e Processos de Fabricação
Titulação: Mestre em Engenharia Mecanica
Banca:
Olivio Novaski [Orientador]
Anselmo Eduardo Diniz
Marcos Valerio Ribeiro
Resumo:
Resumo: Graças a suas propriedades mecânicas e a boa resistência à corrosão, os aços inoxidáveis austeníticos representam aproximadamente 70% de todo o aço inoxidável produzido. O aço ABNT 304 tem excelente resistência à corrosão, alta resistência ao ataque de agentes corrosivos e possui boa tenacidade em baixas temperaturas. A condutibilidade térmica, todavia, corresponde a ¼ do aço ao carbono, tanto que o calor gerado durante a usinagem não é transferido ao material ou aos cavacos e sim se concentra na aresta de corte, e a alta tenacidade dos mesmos torna difícil sua saída devido ao alongamento. O mecanismo de encruamento, que é um fenômeno que acontece próximo da aresta de corte, piora a usinabilidade do aço inoxidável. O aço inoxidável, com controle metalúrgico das inclusões e adição de cálcio, é apresentado como uma alternativa, em termos de usinagem, sem perda de resistência à corrosão. O presente trabalho compara, por meio do processo de furação, a usinabilidade do aço ABNT 304 com o aço similar, V304 UF, com adição de cálcio e controle de inclusões. Foram utilizadas brocas de aço rápido recobertas com TiN nos dois diferentes aços com velocidades de corte diferentes para avaliar o efeito da adição de cálcio na usinabilidade. A possível formação da camada protetiva na superfície da ferramenta de aço rápido com revestimento de TiN foi encontrada. Após testes de usinagem, a presença de cálcio e elementos de liga na superfície da ferramenta foi constatada usando a análise por difração de raios X. Com as análises dos resultados obtidos na medição da força de avanço, momento de torção e vida da ferramenta, fica evidente afirmar que a usinabilidade do aço inoxidável Villares 304 UF foi superior

Abstract: Thanks to its mechanical properties and good corrosion resistance embraced, the austenitic stainless steels represent about 70% of all kind stainless steel produced. The ABNT 304 steel has excellent corrosion resistance the in the environment, high resistance to attack of corrosive agents and keep good tenacity in low temperatures. Unfortunately the of heat conduction is about ¼ that of regular steel, so much of the heat generated during machining is not transferred to the work material or the chips and concentrate on the cutting edge, and high malleability that indicates softness and tenacity makes chip evacuation difficult due to chip elongation. Yet the work hardening, a phenomenon that occurs near the cutting edge gives poor machinability to the stainless steel. The stainless steel with metallurgical control of the inclusions and calcium addition is presented as alternative, without loss of corrosion resistance. The present work compares the machinability of ABNT 304 steel with the similar steel, Villares 304 UF, with calcium addition using the drilling process. HSS TiN coated twisted drills had been used in the two different steels with different cutting speeds to evaluate the effect of the calcium addition in the machinability. The possible formation of a protective layer on the surface the tool of TiNcoated HSS was found. After cutting tests, the enrichment of calcium and alloying elements in the surface of the tool was studied using energy dispersive X-ray spectrometry. The feed force, torsion moment and tool life measured allow to explain the upper machinability of the stainless steel Villares 304 UF
Data de Defesa: 04-06-2008
Código: vtls000444408
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2008
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Olivio Novaski
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Engenharia Mecânica
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica

Dono: admin
Criado: 30-09-2008 11:25
Visitas: 4276
Downloads: 198

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Camargo, Robson de.pdfDocumento PDF2863 Kb(2931963 bytes)2 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download