Consultar: Faculdade de Educação - FE

Título [Principal]: Curriculos-hipertextos-pops
Título [Outro Idioma]: Curriculum-hipertext-pop
Autor(es): Jose Mario Aleluia Oliveira
Palavras-chave [PT]:

Curriculos , Hipertexto , Imaginação , Arte pop
Palavras-chave [EN]:
Curriculum , Hipertext , Imagination , Pop art ,
Área de concentração: Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte
Titulação: Doutor em Educação
Banca:
Antonio Carlos Rodrigues de Amorim [Orientador]
Eugenia Vilela
Wladimir Antonio da Costa Garcia
Ines Barbosa de Oliveira
Elizeu Clementino de Souza
Maria Ines Freitas Petrucci dos Santos Rosa
Adilson Nascimento de Jesus
Carlos Eduardo Albuquerque Miranda
Charles Ryan
Resumo:
Resumo: Currículos-Hipertextos-Pops assume, em sua escrita como tese, a banalidade, o ordinário e o comum aos quais remetem as culturas escolares, em seus ritmos espaço-temporais. Enfrenta esta condição de práticas educativas que se movimentam em três escolas, com professoras e professor de distintas experiências, com projetos educativos em multiplicidades. É tese que se inverte no caos. E nele se efetua. O trabalho com conceitos de Gilles Deleuze, na tese, coloca-os em fluxos para o campo dos estudos de currículo, invadindo-o e com ele seatritando. Não é uma conversa tranqüila, com canais abertos ao diálogo, à hospitalidade. Trabalhou-se na barbárie, foi preciso fazer do currículo passagem para a multidão, desconstrutora e violenta. A opção foi deixar vazar os fluxos pelo que há de mais comum e poderoso no pensamento curricular sobre a escola: sua organização em espaços e tempos da modernidade, sua centralidade nos conteúdos, sua expectativa em comunicar para ensinar. As pontencialidades do encontro do currículo com os tempos ?deleuzianos? são, nesta tese, o desassossego das relações entre escola e culturas. Também são os traçados, linhas do ?conto? para se considerar a política curricular como estética artística

Abstract: Curriculum-hypertexts-pops assumes, in its writing as a thesis, the banality, the ordinary and the common to which the scholastic cultures are sent, in their space-temporal rhythms? It faces this condition of educational practices that are set in motion in three schools,with teachers with different experiences, with educational projects in multiplicities. It is a thesis that inverts in the chaos. And it is made effective on it. The work with concepts of Gilles Deleuze, in the thesis, puts them into fluxes to the curriculum field studies, invading it with attrition. It is not a relaxed chatting, with open channels to dialogue, to the hospitality. It was worked under barbarism, it was necessary to make from the curriculum passage to a violent and deconstructive multitude. The option was to let empty the fluxes of the most common and powerful in the curricular thinking of the school: its organization into spaces and times of the modernity, its centrality in contents, its expectation to communicate to teach. The potentialities of the meeting of the curriculum with the ?Deleuzian? times are, in this thesis, the disturbance of the relations between school and cultures. They are also the draw, lines of ?story? to let curricular politics be considered artistic esthetics
Data de Defesa: 17-11-2006
Código: vtls000403318
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2006
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Antonio Carlos Rodrigues de Amorim
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Educação
Nível: Tese (doutorado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Educação

Dono: admin
Criado: 15-05-2008 17:02
Visitas: 1982
Downloads: 131

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Oliveira, Jose Mario Aleluia.pdfDocumento PDF19597 Kb(20067763 bytes)9 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download