Consultar: Faculdade de Ciências Médicas - FCM

Título [Principal]: Estudo do desempenho sistolico e diastolico do miocardio ventricular esquerdo em adultos obesos, pelo Doppler pulsado tecidual
Título [Outro Idioma]: Study of the systolic and diastolic behavior of the left myocardial ventricle in obese individuals by means of pulse - wave tissue Doppler
Autor(es): Jose Luiz Ferreira dos Santos
Palavras-chave [PT]:

Obesidade , Hipertensão , Hipertrofia , Ecocardiografia Doppler
Palavras-chave [EN]:
Obesity , Hypertension , Hypertrophy , Echocardiography, Doppler ,
Área de concentração: Clinica Medica
Titulação: Mestre em Clinica Medica
Banca:
Otavio Rizzi Coelho [Orientador]
Orlando Petrucci Junior
Vera Maria Salemi Cury
Resumo:
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo, analisar o comportamento sistólico e diastólico do miocá.rdio ventricular esquerdo em indivíduos obesos, hipertensos ou não, associados ou não com hipertrofia, utilizando-se o Doppler Pulsado Tecidual (DPT). Foram constituídos 7 grupos, formados por 20 indivíduos cada, incluindo homens e mulheres, idade entre 30 a 50 anos, divididos em: Não obesos (Grupos: 1= sem hipertensão e hipertrofia; II= com hipertensão, sem hipertrofia; III=com hipertensão e hipertrofia); Obesos (Grupos: IV= sem hipertensão e hipertrofia; V= sem hipertensão e com hipertrofia; VI= com hipertensão e sem hipertrofia; Vll= com hipertensão e hipertrofia). Considerado obeso, quando Índice de Massa Corpórea (IMC) ? a 30 Kglm2; Hipertenso PA ?140/90; Hipertrófico: para não obeso indexado a massa ventricular esquerda (MVE) pela superflcie corporal (homem> 134 mulher>110), obeso indexado MVE pela altura2. 7 (homem>49.2 e mulher>46.7). Comparados os grupos ( I x IV) (I x V) (ll x VI) e (Ill x Vll). Analisadas: as caracteósticas clínicas e cardíacas de cada grupo: IMC, idade, sexo, pressão arterial (sistólica, diastólica e média), septo interventricular, parede posterior, diâmetro diastólico, espessura relativa da parede posterior, MVE, função sistólica (tração de ejeção) e diastólica ( índices pelo Doppler transmitral e o tempo de relaxamento lsovolumétrico); a função cardíaca pelo DPT na região do miocárdio pelo desempenho sistólico (Sm) e diastólico (Em e Am) das paredes septal (PS), inferior(PI), anterior(P A), lateral(pL) e posterior(PP) nas regiões média e basal. Análise estatística pela ANOV A e teste de Tukey, encontraram alteração significativa (p<0.05) entre os grupos de interesse, principalmente em Em basal (Em-B) na PI, PS e PP. As estimativas da correlação de Pearson, foram para Em-B PS !MC (r= -0.56), MVE (r= -0.53) e idade (r= -0.31); para Em-B PI, foram !MC (r= -0.44 I) , MVE (r= -0.52) e idade (r= -0.31 01) e para Em-B PP foram: !MC (r= -0.59), MVE (r= -0.47) e idade (r= -0.25), com p<0.05 para todas correlações. A regressão linear múltipla identificou p<0.05 para Em-B em função do IMC, MVE e Idade: PS(_=0.51O9); PI(_=O.4277) e PP(_=0.4710). A regressão linear univariada mostrou Em-B na PS: !MC(r2= 30,8%), MVE(r2= 28,6%) e idade (r2= 9.8%), na PI: !MC (r2= 20.7%), MVE (r2= 27.5%) e idade (r2= 9.6%), e na PP: IMC(r2= 34.2%), MVE (r2= 22.5%) e Idade (r2= 6.1%), com p<0.O5 para todas relações. A obesidade pode alterar o comportamento diastólico basal das paredes septal, inferior e posterior do miocá.rdio ventricular esquerdo, em indivíduos normotensos ou hipertensos, associados ou não com hipertrofia

Abstract: The aim of this study is to analyze the left ventricular (LV) myocardial behavior in obese individuais, with or without hypertension, associating it (or not) with hypertrophy by means of pulse-wave tissue Doppler (pTD). The seven constitutive groups of this study were formed by 20 subjects each, including men and women whose age ranged between 30 and 50 years and were divided as follows: Non-obeses (Group I : no High Blood Pressure (HPB) an hypertrophy), (Group ll: with HPB and no hypertrophy), (Group ill: with HBP and hypertrophy) and obeses (Group IV: normotensive and hypertrophy), (Group V: normotensive and hypertrophy), (Group VI : with HBP and no hypertrophy) (Group Vll: obese with HBP and hypertrophy). individuais diagnosed with diabetes, nephropathy or with thyroid, coronary, myocardial or valve problems, through anamnesis, physicaI examination, electrocardiography, echocardiography and DPT, as well as through specific laboratory tests, were excluded. Subjects were considered obese when Body Mass Index (BMI)? 30 Kg/m2; hypertensive when HBP if BP;? 140/90; hypertrophic: non-obese had Left Ventricular Mass (LVM) indexed to body surface (men>134 and women>110) and obese had LVM indexed to height2.7 (men> 49.2 and women> 46.7). Compared groups (I x IV) (I x V) (lI x VI) and (m x VII). Carried out analyses: clinical and cardiac characteristics of each group: BMI, age, gender, blood pressure (systolic, diastolic, mean), interventricular sept, posterior wall, diastolic diameter, relative thickness of posterior wall, L VM., sistolic function (ejection fractions) and diastolic function ( proceeding from the Transmitral Doppler and isovolumetric relaxation time); cardiac function through PTD at the myocardiallevel through the systolic velocity (Sm) and diastolic velocity (Em and Am) of the septal walls (WS) - inferior (WI), anterior (WA), lateral (WL), posterior (WP) - in the medial and basal regions. Statistical analysis was conducted through ANOV A and Tukey test and showed significant alteration (P< 0.05) among the groups of interest, mainly in Em basal (Em-B) on WI, WS and WP. Pearson' s correlation bases were: for Em-B WP: BMI (r= -0.56 ), L VM (r= -0.53) and age (r= - 0.31); for Em-B WI: BMI (r= - 0.44 ), L VM (r= - 0.52 ) and age (r= - 0.31 ) and for Em-B WP: BMI (r= -0.59 ). L VM (r= - 0.47) and age (r= - 0.25) with p<0.05 for ali the correlations. Multivariate linear regression showed p<0.05: for Em-B WP related to BMI, LVM and age: fl = 0.5109 ; for Em-B WI related to BMI, LVM and age: fl = 0.4277 and for Em-B WP related to BMI, L VM and age: fl = 0.4710. PIain linear regression showed: for Em-B WS: BMI (fl= 30,8%), LVM (r2 28,6%) and age (fl= 9.8%), for Em-B WI: BMI (r= 20.7%), LVM (r2= 27.5%) and age (r= 9.6%) and for Em-B WP: BMI (.-2= 34,2%), LVM (r= 22.5%) and age (r= 6.1%) with p<0.05 for alI the relations. The obesity can modify the basal diastolic behavior of the walls septal, inferior and posterior of the left myocardium ventricle, in normotensives or hypertensives individuais, associates or not with hypertrophy
Data de Defesa: 05-05-2006
Código: vtls000389623
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2006
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Otavio Rizzi Coelho
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciências Médicas
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Clínica Médica

Dono: admin
Criado: 10-04-2007 16:13
Visitas: 4732
Downloads: 52

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Santos, José Luiz Ferreira dos.pdfDocumento PDF3533 Kb(3618112 bytes)2 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download