Consultar: Faculdade de Educação Física - FEF

Título [Principal]: Psicologia do esporte : discussões sobre o cenario brasileiro
Título [Outro Idioma]: Sports psychology: discussions about Brazilian scenario
Autor(es): Maria Carolina P. Rodrigues
Palavras-chave [PT]:

Psicologia do esporte , Formação profissional , Competencias
Palavras-chave [EN]:
Sports psychology , Professional formation , Competences ,
Titulação: Doutor em Educação Física
Banca:
Roberta Gurgel Azzi [Orientador]
Afonso Antonio Machado
Erika Hofling Epiphanio
Katia Rubio
Roberto Rodrigues Paes
Resumo:
Resumo: O presente estudo discute a Psicologia do Esporte no cenário brasileiro problematizando as condições de formação oferecidas atualmente. Para dar conta desse objetivo, foram selecionadas como fontes de dados, os capítulos de livros, da literatura nacional, que discorriam sobre os temas formação e fazer profissional do psicólogo esportivo e, entrevistas realizadas com profissionais que atuam e/ou contribuem com a Psicologia do Esporte brasileira. A técnica escolhida para análise dos dados foi a Análise de Conteúdo. Através da criação de categorias de análise foi possível extrair elementos importantes a respeito da formação e do fazer profissional do psicólogo esportivo, entre eles: qual tem sido o papel assumido pela Psicologia dentro da formação do psicólogo esportivo, quais são as competências necessárias ao psicólogo do esporte para que o mesmo realize suas funções de forma adequada ao contexto esportivo e, as facilidades e/ou dificuldades apontadas pelos profissionais entrevistados durante sua trajetória como psicólogos esportivos e que, ainda hoje, são encontradas pelos profissionais que se interessam ou trabalham com Psicologia do Esporte. Os resultados obtidos mostraram que: há uma discussão em torno do momento em que deve se dar a formação do psicólogo esportivo, se em nível de graduação ou pós-graduação (lato e stricto-sensu); há uma preocupação se os cursos de especialização em Psicologia do Esporte têm conseguido preencher as lacunas apontadas em relação ao conteúdo específico, necessários à atuação do psicólogo; a maioria dos entrevistados (11) se interessaram pela Psicologia do Esporte através de experiências vivenciadas ou como atletas e/ou como técnicos; apenas quatro profissionais concluíram, em primeiro lugar, a graduação em Psicologia, o restante fez o curso como segunda ou terceira formação e, dos 12 entrevistados, 10 realizam funções acadêmicas e de intervenção no campo da Psicologia do Esporte. A partir desses resultados, foi possível discutir questões relacionadas à formação do psicólogo esportivo no Brasil, que possibilitaram a desmistificação de algumas crenças em relação a sua formação: a primeira, é de que a formação desse profissional não tem, necessariamente, que se dar em nível de graduação, já que não há provas concretas de que a disciplina Psicologia do Esporte supriria o conhecimento exigido pela mesma; segundo, o fato de existir apenas um curso de especialização que fornece o título de especialista em Psicologia do Esporte, não invalida a formação de profissionais que decidiram fazer outros cursos de especialização. Nas considerações finais, foram apontadas algumas necessidades que devem ser preenchidas para possibilitar novos rumos em direção à formação e ao fazer profissional do psicólogo esportivo, entre elas: o desenvolvimento de um corpo específico de conhecimento que possa dar conta de desenvolver as competências exigidas nesse fazer profissional; delimitação de quem é, tecnicamente, capacitado ou qualificado para exercer a função de psicólogo esportivo; aumento na troca de informações entre os profissionais que atuam e/ou contribuem para a Psicologia do Esporte; aumento na demanda de cursos de especialização em Psicologia do Esporte credenciados pelo CFP e ABEP e a realização de trabalhos mais aprofundados sobre formação e fazer profissional do psicólogo esportivo no Brasil

Abstract: The present study argues Sports Psychology within Brazilian scenario discussing actual offered formation conditions. In order to reach this goal chapters from national literature books that approached on professional formation themes and sport psychologist professional performance, and interviews conducted with professionals that perform and/or contribute to the Brazilian Sports Psychology were selected as data sources. Technique chose for data analyzes was Content Analyzes. Throughout creation of categories of analyzes, it was possible to extract important elements regarded sports psychologist professional formation and performance, per example: which one has been the role assumed by the Psychology on the sports psychologist formation; which ones are the necessary competences to the sports psychologists for putting themselves into their functions in an adequate way at the sportive context; and easiness and/or difficulties pointed out by the professionals interviewed during their journeys as sports psychologists that are also being found by the professionals nowadays who are interested or are working with Sports Psychology. Results obtained showed that: there is a discussion about the moment that the sports psychologist formation should be done, if it should happen during undergraduate studies or during graduate studies (lato and stricto-sensu); there is a concern about continuing education courses, if they are reaching the goals of filling the gaps pointed out about specific contents necessary to the psychologist to perform in sports fields; the majority of the ones interviewed (11) were interested about Sports Psychology throughout self-experiences as athletes and/or as coaches, only four professionals first concluded Psychology major, the rest of them had the Psychology major as second or third option, and, from the twelve interviewed, 10 are actually working at academic and intervention functions into the field of Sports Psychology. From these results, it was possible to discuss questions related to sports psychologists formation in Brazil that made possible to overcome the myth of some believes related to their formation: first, formation of this professionals does not necessarily need to be done during undergraduation studies, as there are no concrete evidence that the Sports Psychology discipline would fulfill by itself the knowledge needed; second, the fact that there is just one continuing education course that provides the title of Sports Psychology Specialist does not invalidate the formation of professionals that decided to take other continuing education courses. In the last considerations, some actual needs that have to be addressed to make possible new paths towards to sports psychologist professional formation and performance were discussed. Among them: development of a specific body of knowledge that can answer the needs of developing competences asked for good professional performance; to mark out who is technically able or qualified to exercise the sports psychologist function; a raise between information shared among professionals that perform and/or contribute for Sports Psychology; a raise on the demand of continuing education courses in Sports Psychology authorized by CFP and ABEP and more extensive research works about sports psychologists´ professional formation and performance in Brazil
Data de Defesa: 17-02-2006
Código: vtls000380045
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2006
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Roberta Gurgel Azzi
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Educação Física
Nível: Tese (doutorado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Dono: admin
Criado: 29-04-2008 09:42
Visitas: 3380
Downloads: 219

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Rodrigues, Maria Carolina P..pdfDocumento PDF1026 Kb(1050812 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download