Consultar: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - IFCH

Título [Principal]: Marcas da diferença da propaganda brasileira
Autor(es): Iara Beleli
Palavras-chave [PT]:

Genero , Raças , Nacionalidade , Propaganda , Publicidade
Titulação: Doutor em Ciencias Sociais
Banca:
Maria Lygia Quartim de Moraes [Orientador]
Mariza Correa
Guita Grin Debert
Peter Henry Fry
Richard Miskolci
Resumo:
Resumo: O imaginário da sexualidade é o chamariz para que uma propaganda se destaque na profusão de anúncios publicitários. A sexualização dos produtos, de forma ambivalente, ora reitera, ora desafia normas vigentes. A partir dessa ambivalência, esta tese propõe uma reflexão sobre como a publicidade, ao evocar as diferenças de sexo, de gênero, de raça e de práticas sexuais, reforça concepções percebidas como tradicionais, mas também sugere deslocamentos significativos. Para além de promover o consumo, a justaposição dessas diferenças nas marcas da propaganda no Brasil informa condutas, procedimentos que, através da valorização, distingue categorias de pessoas a partir de uma norma presumida (muitas vezes não explicitada), ao mesmo tempo, essas condutas informam um modo de ser nacional. Nesse sentido, ao circunscrever as práticas sociais na promoção do consumo, reflito como a publicidade delineia construções de gênero, de sexualidade, de raça e de nacionalidade, oferecendo uma certa particularidade para o Brasil.

Abstract: Sexual imagery singles out some ads among the myriad of advertisements. Product sexing, in ambivalent manner, some times reinforces, sometimes challenges existing norms. From this ambivalence, this thesis studies how advertising, evoking differences in sex, gender, race and sexual practices, reinforces conceptions taken as traditional, but suggests also significant shifts. Besides promoting consumption, the juxtaposition of these differences in Brazilian advertising informs behaviors and procedures that, through valorization, distinguishes categories of people from an implicit norm (often non explicit); at the same time, these behaviors informs a national way of being. In that sense, circumscribing social practices in the promotion of consumption, I study how advertising establishes constructions of gender, sex, race and nacionalism, offering a certain particularity to Brazil.
Data de Defesa: 24-08-2005
Código: vtls000373844
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2005
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Maria Lygia Quartim de Moraes
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas
Nível: Tese (doutorado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Ciencias Sociais

Dono: admin
Criado: 07-04-2006 09:26
Visitas: 12076
Downloads: 1140

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Beleli, Iara.pdfDocumento PDF2660 Kb(2723920 bytes)2 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download