Consultar: Faculdade de Ciências Médicas - FCM

Título [Principal]: Modelo de pele humana (derme + epiderme) reconstruida in vitro
Título [Outro Idioma]: Model of human skin (dermis + epidermis) reconstructed in vitro
Autor(es): Luis Ricardo Martinhão Souto
Palavras-chave [PT]:

Pele - Enxerto , Fibroblastos , Epiderme , Colageno
Palavras-chave [EN]:
Grafting of skin , Fibroblastos , Epidermis , Collagen ,
Área de concentração: Patologia Clinica
Titulação: Mestre em Ciencias Medicas
Banca:
Maria Beatriz Puzzi Taube [Orientador]
Andre Luiz Vergnanini
Ney Romiti
Resumo:
Resumo: A obtenção de uma pele humana que apresente derme e epiderme, reconstruída a partir de células isoladas de pacientes, possibilita a realização de enxertos autólogos de pele reconstruída em laboratório (in vitro) em pacientes com áreas doadoras escassas além de permitir ensaios com substâncias químicas e drogas in vitro e não mais in vivo. A partir da cultura de fibroblastos humanos, é possível obter um número suficiente de células que podem ser injetadas em uma matriz de colágeno bovino tipo I que, mantida imersa em meio de cultura, específico para fibroblastos, permite a formação de uma derme humana reconstruída in vitro. Sobre essa derme, através de cultura de queratinócitos e melanócitos humanos, forma-se uma epiderme diferenciada levando à formação de uma pele humana reconstruída in vitro, constituída de derme e epiderme associadas. Essa pele humana formada é, histologicamente, semelhante à pele humana in vivo. Na derme, identifica-se o tecido colágeno, com suas células, e a matriz extracelular organizados paralelamente à epiderme. Esta se desenvolve em várias camadas. Não há distinção entre derme e epiderme no experimento controle, onde não foi utilizado o colágeno bovino tipo I

Abstract: The technique to obtain human skin presenting dermis and epidermis reconstructed from cells isolated from patients allows the performance of autologous grafts of skin reconstructed in laboratory (in vitro) on patients with scarce donor sites, in addition to permitting trials with chemical substances and drugs no more in vivo, but in vitro. It is possible to obtain a sufficient number of cells from human fibroblast culture that can be injected in bovine collagen type I matrix and kept submerged in a specific culture medium for fibroblasts. This will permit the formation of human dermis reconstructed in vitro. On this dermis, through culture of human keratinocytes and melanocytes, a differentiated epidermis is formed, leading to the creation of human skin reconstructed in vitro, composed of associated dermis and epidermis. This human skin is histologically formed in the same way as human skin in vivo. Collagen tissue can be identified in the dermis, with its cells and extracellular matrix organized in parallel to the epidermis, which is developed in several layers
Data de Defesa: 01-02-2005
Código: vtls000350292
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2005
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Maria Beatriz Puzzi, Maria Helena Stangler Kraemer
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciencias Medicas
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas

Dono: admin
Criado: 21-11-2006 11:14
Visitas: 9395
Downloads: 445

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Souto, Luís Ricardo Martinhão.pdfDocumento PDF2347 Kb(2402921 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download