Consultar: Faculdade de Educação - FE

Título [Principal]: Meninas do graffiti : educação, adolescencia, identidade e genero nas culturas juvenis contemporaneas
Autor(es): Viviane Melo de Mendonça Figueiredo Guimarães
Palavras-chave [PT]:

Adolescencia , Jovens , Cultura , Identidade , Grafitos
Área de concentração: Psicologia, Desenvolvimento Humano e Educação
Titulação: Doutor em Educação
Banca:
Isaura Rocha Figueiredo Guimarães [Orientador]
Resumo:
Resumo: Este trabalho buscou imergir nas experiências vividas por grupos de adolescentes e jovens que fazem graffiti; compreender a experiência de identidades de meninas grafiteiras em seu cotidiano e analisar as questões de identidade na adolescência e suas implicações em práticas educativas em uma cultura juvenil contemporânea de periferia. Foram realizados diferentes tipos de contatos com os adolescentes e jovens participantes dos grupos de graffiti de Campinas: entrevistas; participação em eventos; visitas a praças, lojas e bares que são pontos de encontro desses jovens. Também foram ouvidos CDs de rap, fotografados graffitis, produzido, com um grupo de grafiteiros/as, um vídeo, adquiridas e examinadas revistas e visitados sites na Internet. A análise do conjunto de dados foi feita pelo método fenomenológico heurístico de pesquisa, que procurou descrever os significados compartilhados das experiências dos entrevistados. A experiência de identidade, gênero e participação no graffiti foi construída por meio de uma leitura multirreferencial, descrevendo identidades situadas em vivências de intensa busca de aceitação e compreensão de si próprio/a, por meio do sentido de comunidade situado na consciência de pertencimento a um gênero, a uma cor e a uma classe social. Nesse sentido, as experiências de identidade apreendidas das meninas foram descritas como um reassentamento estratégico, no qual experiências vividas passadas (individuais e coletivas) são resgatadas para a construção de novos modos de transformação da realidade social e de suas vidas no presente, bem como de novos modos de legitimação política. As experiências educativas no graffiti, vividas através de uma prática não-formal de educação, tornam-se estratégias privilegiadas de desenvolvimento humano que ajudam os/as adolescentes e jovens a minimizar o impacto negativo da exclusão social em suas identidades e a elaborar ? por meio da arte, cultura e política - vivências proativas e afirmativas de si mesmos, ao situar-se socialmente, evitando outros modos, como os da criminalidade, drogas e violência

Abstract: This paper sought the immersion in the experiences lived by groups of teenagers and young people who practice graffiti; sought to comprehend the experiences of the identity of girls who practice graffiti in their everyday experience, and analyze the issues of identity in adolescence and their practical educational implications in a contemporary youth culture of those who live in the periphery of town [the poorer areas of town]. Different sorts of contacts were made with teenagers and youngsters who are participants of the graffiti groups of Campinas: interviews; participation in events; visits to public squares, shops and bars where such youngsters involved with graffiti meet, the production of a video with a group of graffiti participants, the purchasing and examination of magazines and sites in the Internet. The analysis of the data collected was done through the phenomenological heuristic research method, which endeavored to describe the meaning shared in the experience of those interviewed. The experience of identity, gender and participation in graffiti was constructed through a multireference reading, described in identities situated in the living out of an intense quest for acceptance and self-understanding through the sense of community located in the conscience of belonging to a gender, a race and a social class. In this sense, the experiences of identity captured with the girls were described as a strategic resettlement in which the past living experiences (individual and collective) are rescued for the construction of new forms of transformation of the social reality and of their lives in the present, as well as of new forms of political legitimization. The educational experiences in graffiti, lived through a non-formal practice of education, became privileged strategies of human development that help teenagers and young people to minimize the negative impact of social exclusion in their identities, as well as to elaborate ? through art, culture and politics - a proactive and affirming grasp of life experiences as they situate themselves socially, keeping away from other forms, as crime, drugs and violence
Data de Defesa: 02-12-2003
Código: vtls000343995
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2004
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Isaura Rocha Figueiredo Guimarães
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Educação
Nível: Tese (doutorado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Educação

Dono: admin
Criado: 09-05-2007 09:57
Visitas: 4742
Downloads: 347

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Viviane tese completa.pdfDocumento PDF2200 Kb(2253200 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download