Consultar: Faculdade de Odontologia - FOP

Título [Principal]: Avaliação cefalometrica da posição do osso hioide em respiradores predominantemente bucais
Autor(es): Maria Julia Pereira Coelho-Ferraz
Palavras-chave [PT]:

Boca , Respiração , Cefalometria
Palavras-chave [EN]:
Hyoid bone , Mouth breathing , Cephalometry
Titulação: Mestre em Ortodontia
Banca:
Darcy Flavio Nouer [Orientador]
Jose Benedito Oliveira Amorim
Celia Marisa Rizzatti Barbosa
Resumo:
Resumo: complexo craniofacial, contribui como um elemento adicional importante no processo de diagnóstico ortodôntico e ortopédico funcional dos maxilares. No presente trabalho realizou-se a avaliação cefalométrica da posição do osso hióide em relação ao padrão respiratório em 28 indivíduos com padrão respiratório predominantemente nasal e de 25, com padrão respiratório predominantemente bucal. Todos eram do gênero feminino, leucodermas e com Classe I de Angle, cujas idades médias foram de aproximadamente 10 anos. As medidas cefalométricas Ar-Pog, PP-Me, ENP-PM, S-PM, Ângulo Goníaco, BaN.PM, PTM.PM, PO.PM foram utilizadas como parâmetro de identificação da morfologia mandibular. As medidas cefalométricas horizontais, verticais e angulares, incluindo o Triângulo Hióideo (Bibby & Preston, 1981) foram utilizadas com a finalidade de determinar a posição do osso hióide. Estabeleceu-se uma comparação entre os grupos por meio do teste ?t? de student com nível de significância de 5%, bem como correlação de Pearson entre as variáveis. Observou?se que não ocorreram diferenças estatísticas significativas para a posição mandibular e posição do osso hióide e o tipo do padrão respiratório. O limite ântero-posterior do espaço aéreo superior representado pelo Atlas-Espinha Nasal Posterior (AA-ENP) também foi constante para o grupo com respiração predominantemente nasal e bucal, com um valor médio de 32,87mm ± 3,34 e 32,86mm ± 2,18, respectivamente. No Triângulo Hióideo, o coeficiente de correlação de 0,40 foi significativo entre AA-ENP e C3-H (distância entre o ponto mais anterior e inferior da terceira vértebra cervical e o corpo do osso hióide) demonstrando uma relação positiva entre os limites ósseos do espaço aéreo superior e inferior. Para as medidas cranianas houve uma correlação significativa de 0,50 e 0,43 entre as medidas Ar-Pog e a distância horizontal do osso hióide e PP-Me e distância vertical do osso hióide, respectivamente, sugerindo uma relação entre a posição do osso hióide com a morfologia mandibular. Os resultados permitiram concluir que o osso hióide mantém uma posição estável para garantir as proporções corretas das vias aéreas e não depende do padrão respiratório predominante

Abstract: craniofacial complex, contributes as an additional and important element in the process of orthodontic diagnosis and jaw functional orthopedics. The cephalometric evaluation of the hyoid bone position relatated to the respiratory pattern consisted of 29 people having a predominantly nasal respiratory pattern and 25 having a predominantly buccal respiratory pattern, both group female, white skin and presetting Class I of Angle and the average ages were from 10 years, approximately. The cephalometric measures Ar-Pog, PP-Me, ENP-PM, Goniac angle, BaN.PM, PTM.PM, PO.PM were utilized as parameters of the mandibular morphology identification. The horizontal, vertical and angular cephalometric measures, including the Hyoid Triangle (Bibby & Preston, 1981) were utilized for the purpose of fixing the hyoid bone position. A comparison between the groups was made throught ?t? of St udent test, as well as Pearson correlation between the variables. Important statistic differences weren?t noted for the mandibular position or for the hyoid bone position and neither for the respiratory pattern type. The anterior-posterior limit of the upper airway represented by the Atlas to Posterior Nasal Spine (AA-PNS) was permanent in the group with predominantly nasal and buccal respiration, having an average value of 32, 87mm ± 3,34 and 32, 86mm ± 2, 18, respectively. In the Hyoid Triangle, the correlation coefficient of 0, 40 was significant between AA-PNS and C3-H (distance between the most anterior and inferior point of the third cervical vertebrae and the hyoid bone body) showing a positive relationship between the bone limits of the upper and lower airway space. The cranial measures showed a significant correlation of 0,50 and 0,43 between the Ar-Pog measures and the distance of the hyoid bone and PP-Me and the vertical of the hyoid bone, respectively, showing a relationship between the hyoid bone position and the mandibular morphology. The results led to the conclusion that the hyoid bone keeps a permanent position in order to guarantee that the correct proportion of the airway space and it doesn?t depend on the predominant respiratory pattern
Data de Defesa: 16-12-2004
Código: vtls000343072
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2004
Local de Publicação: Piracicaba, SP
Orientador: Darcy Flavio Nouer
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Ortodontia

Dono: admin
Criado: 12-04-2006 16:21
Visitas: 7897
Downloads: 501

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Coelho-Ferraz, Maria Julia Pereira.pdfDocumento PDF2022 Kb(2070510 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download