Consultar: Faculdade de Odontologia - FOP

Título [Principal]: Relação entre a dosagem de etanol no sangue e na saliva
Autor(es): Marcos Vinicius Pinto Ventorin
Palavras-chave [PT]:

Cromatografia de gas , Bebidas alcoolicas ,
Titulação: Mestre em Biologia Buco-Dental
Banca:
Maria da Luz Rosário de Sousa [Orientador]
Resumo:
Resumo: O uso excessivo de bebidas alcóolicas pode causar uma intoxicação aguda e um quadro de perturbação física e mental conhecido como embriaguez alcoólica, que envolve questões de ordem social, jurídica e médico-legal. Geralmente o exame para se detectar o nível total de álcool no paciente se procede com amostra de sangue coletada do indivíduo; entretanto outras matrizes biológicas podem ser utilizadas para análise, como a urina, o ar expirado e a saliva. Os métodos analíticos para a quantificação do etanol são diversos, sendo os métodos cromatográficos de aplicação mais prática e fidedigna. O objetivo deste trabalho foi verificar a utilização da saliva como matriz alternativa ao sangue na pesquisa dos níveis de álcool no organismo, através de método prático e de resultados confiáveis, em casos de ingestão de bebidas alcoólicas. A avaliação foi feita em amostras de saliva coletadas em trinta voluntários que ingeriram 80ml de bebida alcóolica sob jejum de três horas e período de abstinência de 48 horas para o uso de bebidas alcoólicas e drogas em geral. Os voluntários respoderam um questionário sobre condições de saúde e assinaram um termo de consentimento esclarecido. As amostras vaporizadas (headspace) de sangue e saliva foram analisadas por cromatografia gasosa. Para análise estatística foram utilizadas a Correlação de Pearson e o teste-t pareado com 5% de significância. Houve uma perda de três amostras, e os resultados se referem a 27 amostras. A média de etanol no sangue foi de 0, 2641 com desvio padrão de 0, 12004 sendo na saliva de 0, 2322 e 0, 11154 respectivamente. Houve forte correlação positiva mostrando comportamento similar do etanol nas amostras de sangue e saliva (r= 0, 810; p<0, 01), entretanto as médias de etanol no sangue e na saliva foram diferentes (p=0, 029). Os dados deste estudo indicam que a saliva apresentou valores de etanol inferiores ao que o sangue indica.

Abstract: The excessive use of alcoholic drink can cause a acute intoxication and a list of physical and mental disturbances know as acoholic intoxication, that involves subjects of juridical and forensic order. Usually the exam to detect the total level of alcohol in the patient is proceeded with the individual’s sample of blood collected, however another biological matrix can be used for analysis, as the urine, breath or saliva. There are several analytical methods for the quantification of the ethanol, being the chromatographic methods furthermore pratical and trustworthy apllication. The purpose of this study was to verify the use of the saliva as alternative matrix to the blood in research for the blood alcohol concentration through pratical method with reliable results, in cases of ingestion of alcoholic drinks. The evaluation was made in saliva samples collected in thirty volunteers that ingested 80ml of alcoholic drink under fast of three hours and period of abstinence of 48 hours for the use of drunk alcoholic and drugs in general. There were completion a questionnaire of health and signature of the consent term. The vaporized samples (headspace) of blood and saliva were analyzed by gas chromatographic. For the statistical analysis they were used Pearson’s correlation and the test-t pair with p<0.05. There was a loss of three samples, and the results refer to 27 samples. The ethanol average in the blood was 0.2641 with the standart deviation 0.12004 being respectively in the saliva 0.2322 and 0.11154. There was strong positive correlation showing similar behavior of the ethanol in the samples of blood and saliva (r=0.810 p<0.01), however the ethanol averages in the blood and saliva were different (t=0.029 p<0.05). The data of this study indicate that the saliva presented inferior values of ethanol than that blood indicates.
Data de Defesa: 31-12-2004
Código: vtls000317904
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2004
Local de Publicação: Piracicaba, SP
Orientador: Maria da Luz Rosario de Sousa
Instituição: Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Biologia Buco-Dental

Dono: admin
Criado: 30-07-2004 11:23
Visitas: 11808
Downloads: 802

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Ventorin, Marcos Vinicius Pinto.pdfDocumento PDF220 Kb(225110 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download