Consultar: Faculdade de Ciências Médicas - FCM

Título [Principal]: Prescrição de medicamentos em serviço de emergencia psiquiatrica : um estudo farmacoepidemiologico
Autor(es): Maurilio dos Santos
Palavras-chave [PT]:

Farmacologia , Avaliação , Drogas - Utilização
Titulação: Mestre em Farmacologia
Banca:
Gun Birgitta Bergsten Mendes [Orientador]
Resumo:
Resumo: Introdução. Os tratamentos farmacológicos tornaram-se um dos principais instrumentos terapêuticos disponíveis nos serviços de emergência psiquiátrica (SEP) ainda que a forma como são de utilizados apresente variações significativas. Objetivo. Este estudo descreve as intervenções farmacológicas realizadas no SEP do HCI UNICAMP considerando os índices de utilização e suas indicações. Método. Foi realizado um estudo descritivo, retrospectivo, com informações obtidas nos registros de 258 atendimentos consecutivos prestados pelo SEP do HCI UNICAMP a pacientes maiores de 14 anos no período de 01 à 31/01/2001. Resultados. Duzentos e trinta pacientes com média de idade igual a 37,9 anos, portadores de diagnósticos graves como transtornos de humor, transtornos psicóticos e transtornos decorrentes do uso de substâncias psicoativas foram avaliados no período. A prescrição de medicamentos para serem administrados ainda no SEP ocorreu em 81 atendimentos (31,7%). Os fármacos prescritos com maior freqüência foram: haloperidol, prometazina, diazepam, midazolam, clorpromazina e vitamínicos. Estes medicamentos foram majoritariamente administrados por via intramuscular e associados entre si. A prescrição de medicamentos foi mais freqüente nos atendimentos demandados por pacientes do sexo masculino, intoxicados por substâncias psicoativas, que chegaram trazidos ao serviço e os encaminhados para internação psiquiátrica. Conclusão. Ainda que as intervenções farmacológicas tenham sido indicadas para o grupo de pacientes de maior complexidade clínica, a padronização e permanente revisão das condutas farmacológicas poderá contribuir para a racionalidade terapêutica no serviço.

Abstract: Background. Psychotherapeutic drugs constitute the main therapeutic approach in psychiatric emergency services (PES). Few studies have evaluated the prescription patterns of drugs used in these settings. Objective. This study describes drug use as stat medication at a Psychiatric Emergency Service. Methods. A descriptive retrospective study evaluated the medical charts of ali consecutive visits to the PES of the university hospital of the State University of Campinas during January 2001. Results. Df the 230 patients (258 visits) 116 were male, with a mean age of 36.9 :t 14.3. Their main diagnoses were severe mood disorders, schizophrenic disorders, and disorders related to drug abuse. Stat medication was prescribed in 81 visits (31.7%). The most prescribed drugs were: haloperidol, promethazine, diazepam, midazolam, chlorpromazine and vitamins, mainly by intramuscular route. Associations were frequent. Patients characteristics associated to stat medication: male, intoxicated by drugs, brought to the PES, and thereafter hospitalized. Conclusion. The pharmacotherapeutic interventions addressed mainly patients with severe psychiatric problems. Guidelines for pharmacotherapeutic approach in PES may help to promote more rational drug use in the PES setting.
Data de Defesa: 30-08-2002
Código: vtls000309595
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2002
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Gun Birgitta Bergsten Mendes, Neury Jose Boteja
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciências Médicas
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Farmacologia

Dono: admin
Criado: 07-04-2008 12:38
Visitas: 3924
Downloads: 96

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Santos, Maurílio dos.pdfDocumento PDF2898 Kb(2967912 bytes)2 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download