Consultar: Faculdade de Ciências Médicas - FCM

Título [Principal]: Estudo do reflexo inibitorio retoanal em multiparas, na zona de alta pressão com cateter radial
Autor(es): Vilmar Moura Leal
Palavras-chave [PT]:

Anus , Reto , Fisiologia , Relaxamento , Medidores de pressão
Área de concentração: Medicina Interna
Titulação: Mestre em Ciencias Medicas
Banca:
Claudio Saddy Rodrigues Coy [Orientador]
Juvenal Ricardo. N. Goes
Luiz Henrique C. Saad
Resumo:
Resumo: A fisiologia da evacuação e a fisiopatologia dos distúrbios evacuatórios ainda hoje não são bem compreendidas. A ocorrência destes distúrbios vem aumentando progressivamente, implica em limitações, compromete a qualidade de vida e tem custos significativos. A incontinência fecal acomete cerca de 2% da população, com predomínio em mulheres e que tenham tido partos normais. Com relação à constipação, em 30 a 50% dos casos, a causa é funcional. Os testes para o estudo da fisiologia anorretal têm sido bastante utilizados, especialmente a manometria. No entanto, algumas variáveis deste exame ainda apresentam dúvidas quanto sua interpretação. Dentre estas, destaca-se o Reflexo Inibitório Retoanal (RIRA), freqüentemente descrito como presente, ausente ou inconclusivo. Apenas recentemente vem sendo realizada uma abordagem mais pormenorizada deste. Sendo a pesquisa deste reflexo comumente realizada com cateter axial e considerando a assimetria anatômica do canal anal, seu estudo na zona de mais alta pressão (ZAP) com cateter radial poderia adicionar informações não disponíveis. Objetivo: estudar os parâmetros do reflexo inibitório retoanal em multíparas, com cateter radial. No período entre 2001 e 2002, foram estudadas 36 pacientes, com quatro a seis partos vaginais, com média de idade de 40,7 (30 a 50) anos, Grupo 1 e 10 pacientes, com um a três partos vaginais, com média de idade de 38,5 (31 a 50) anos, Grupo 2. Com relação à função evacuatória do Grupo 1, 63,9% das pacientes encontravam-se assintomáticas, 33,3% apresentavam como queixa constipação e 2,8% incontinência fecal. Dentre as pacientes do Grupo 2, 50% eram assintomáticas e as demais referiam constipação. Todas as pacientes são oriundas do Hospital Getúlio Vargas ? Teresina - PI - Universidade Federal do Piauí (UFPI). Foram analisados na ZAP a pressão anal média de repouso (PAM) e os seguintes valores por quadrante: pressão média de repouso pré-relaxamento (PREP), porcentagem de relaxamento (%RELAX), pressão no ponto de máximo relaxamento (PRELAX), tempo de relaxamento (TRELAX) e o tempo de recuperação (TREC). Não houve diferença significante entre as médias de idades dos pacientes dos Grupos 1 e 2 (p = 0,43), assim como entre as médias da pressão anal média de repouso (p = 0,053). Os valores das médias da PREP nos quadrantes apresentaram diferença com significância estatística, no Grupo 2. A comparação dos valores desta variável entre os Grupos 1 e 2 foi estatisticamente diferente nos quadrantes com exceção do anterior. Os valores das médias de PRELAX foram mais baixos e com significância estatística no Grupo 1, a comparação entre os grupos evidenciou diferença estatisticamente significante nos quadrantes 1 e 4. Não foram evidenciadas diferenças significativas entre os valores das médias de %RELAX no Grupo 1 ou Grupo 2, assim como entre os grupos. Também não ocorreu diferença significativa com relação aos valores dos tempos de relaxamento e de recuperação nos dois grupos, assim como a comparação destas variáveis entre os grupos nos diferentes quadrantes. Os dados obtidos nesta casuística permitem concluir que: 1- a PREP nos quadrantes, tende a uma simetria nas pacientes multíparas, provavelmente decorrente de comprometimento global da função esfincteriana; 2- o Reflexo Inibitório Retoanal(RIRA), contrariamente a PREP, pode ter os parâmetros que o compõe manifestados de maneira irregular nos diferentes quadrantes na ZAP, da mesma forma, em decorrência das alterações estruturais mais prováveis nas pacientes do Grupo 1; 3- a utilização do cateter radial no estudo do Reflexo Inibitório Retoanal (RIRA) pode fornecer dados não obtidos com o cateter axial

Abstract: Physiology of evacuation and physiopathology of evacuatories disturbs still today aren?t well understood. The occurrence of this disturbs has been rising progressively, it implies in limitation, affects the quality of life and has significant costs. Fecal incontinence occurs at about 2% of population, more in women, especially in those who had vaginal delivery history. In relation to constipation, 30 ? 50% of the cases, the cause is functional. Physiologies tests have been used more and more frequently, among these tests the pioneer manometry has gain more attention. Therefore same variables of this test have still doubt about its interpretation. Among this doubts there is the inhibitory recto anal reflex (RIRA), frequently described as present, absent or inconclusive. Only recently a more detailed approach of this complex phenomena has been realized. Once the research of this reflex is commonly made with axial catheter, and considering that anatomy of the anal canal is not symmetric, the study of the RIRA in the high pressure zone (HPZ), with radial catheter could add more information that were not available. Aim: to study parameters of inhibitory recto anal reflex in multiparous, with radial catheter. In the period of 2001 to 2002, 36 patients with 4 to 6 vaginal delivery were studied, with average age 40,7 (30 ? 50) years old, belong to Group 1 and 10 patients with 0 to 3 vaginal delivery, with average age 38,5 (31 ? 50) years old, belong to Group 2. In relation to evacuation function in Group 1, 63,9% of the patients were asymptomatic, 33,3% had constipation and 2,8% had fecal incontinence. Among the patients of Group 2, 50% were asymptomatic and 50% were constipated. All patients were from Hospital Getúlio Vargas ? Teresina ? PI ? Federal University of Piauí ? UFPI. This study was approved by Ethical Committee of this university. In HPZ, anal resting pressure (ARP) and the follow values for quadrant: average of resting anal pressure before relaxation (PREP), percentage of relaxation (%RELAX), pressure at the point of maximum relaxation (PRELAX), relaxation time (TRELAX) and recovery time (TREC) were analyzed. There weren't significant difference between average age of the patients in the two groups (p = 0,43) as far as average of resting anal pressure (p = 0,053). The average values of PREP among quadrants had statistics significant differences in Group 2. The comparison of the values of this variable in two groups was statistically different in the quadrants except in the anterior. The values of PRELAX average were smaller and with statistics difference in Group 1, the comparison between groups shows statistics significant differences in quadrants 1 and 4. No significant differences were observed in the values of %RELAX in Group 1 or Group 2, as far as between the groups there were. Also no differences with relaxation and recovery time among quadrants in the groups as far as between groups. The data obtained in this study permit the following conclusion: 1- PREP among quadrants tend to a lack of symmetry in multiparous patient, probably because of global involvement of sphincter function; 2- RIRA in opposition of PREP, can have its parameters manifested of irregular way among quadrants of HPZ, the same way because of structural alterations more probably in patients of Group 1; 3- Use of radial catheter in study of RIRA can produce data that can not be obtained with axial catheter
Data de Defesa: 29-01-2003
Código: vtls000300927
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2003
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Claudio Saddy Rodrigues Coy
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciências Médicas
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas

Dono: admin
Criado: 03-04-2007 14:10
Visitas: 3693
Downloads: 39

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Leal, Vilmar Moura.pdfDocumento PDF1569 Kb(1606636 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download