Consultar: Instituto de Estudos da Linguagem - IEL

Título [Principal]: Erros na aquisição da flexão verbal : uma analise interacionista
Autor(es): Irani Rodrigues Maldonade
Palavras-chave [PT]:

Aquisição de linguagem , Gramatica comparada e geral - Flexão , Erro
Titulação: Doutor em Linguistica
Banca:
Rosa Attie Figueira [Orientador]
Claudia Thereza Guimarães de Lemos
Maria Fausta C. Pereira de Castro
Maria Teresa Guimarães de Lemos
Pascoalina Bailon de oliveira Saleh
Resumo:
Resumo: O presente trabalho buscou interpretar os erros de flexão verbal na fala de M de 1 ;07.23 a 3;04.30 à luz da teorização desenvolvida por De Lemos (1982 a 2002). Foram enfocados tantos os verbos regulares quanto os irregulares. Algumas descrições sobre os verbos irregulares e os paradigmas verbais do português foram apresentadas no Capítulo 2. As explicações oferecidas para a irregularidade verbal são variadas. Alguns autores recorrem ao latim para recuperar a evolução de um item verbal na língua. Muitas das irregularidades do radical do verbo relacionam-se de fato às transformações fonéticas sofridas pelo item. Observou-se que a divisão entre as conjugações, no pretérito perfeito, se dá entre a primeira conjugação e outra, formada pela junção da segunda e terceira conjugações. A realidade é que as descrições existentes concebem a língua como um produto e não como um processo, que é o que se busca contemplar em aquisição da linguagem. No terceiro Capítulo foram resenhados trabalhos importantes sobre a aquisição da flexão verbal na literatura. Em primeiro lugar, abordou-se o conexionismo, modelo teórico que centra suas discussões na aquisição dos verbos irregulares do inglês. Em seguida, o modelo de Annetle Karmiloff-Smith (1986, 1992) foi enfocado, pois propõe um tratamento para a aquisição da morfologia. Em seguida, dois trabalhos sobre o português foram trazidos: o de Figueira (1998,2003) e Perroni-Simões (1976). Com isso, pode-se traçar um paralelo entre os erros de flexão apresentados por M, sujeito desta pesquisa, com os outros por elas investigados. Perroni-Simões observa a predominância da primeira conjugação nos erros de flexão verbal, sendo que a explicação oferecida por ela concentra-se, no fato de ser esta, a conjugação mais regular do português, ou seja, propõe uma ordenação na aquisição verbal pela criança. Diferentemente, Figueira (1998) para seus sujeitos encontra a dominância da segunda e/ou terceira conjugação, nos erros verbais flexionalmente destoantes para um de seus sujeitos e, para o segundo sujeito, encontra um verdadeiro mosaico de formas, o que conduziu-a a pronunciar-se sobre o caráter imprevisível e contingente do erro. No Capítulo 4, o quadro teórico e a análise dos dados são apresentados. Os erros flexionais encontrados na fala de M indicam uma dominância da segunda e terceira conjugações. Mas apenas responder sobre a prevalência de uma das classes de conjugação representa abordar a questão parcialmente, pois o processo de aquisição da linguagem é um processo de subjetivação em que o sujeito e a linguagem formam uma unidade. As mudanças (lingüísticas e subjetivas) que se dão ao longo dó processo de aquisição da linguagem são mudanças de posição em uma estrutura, em que comparecem: o outro, a língua e o próprio sujeito. O recorte para a análise dos dados foi oferecida pelo modelo teórico. Verificou-se, na fala de M, formas verbais destoantes que retomam da fala do outro para a dela, o que se interpretou como sendo a primeira posição da criança na estrutura, marcada pela dominância pela alienação da fala da criança à fala do outro. Na segunda posição, caracterizada pela dominância do movimento da língua na fala da criança, foram também identificados erros na fala de M. Observou-se a movimentação das cadeias lingüísticas, que num jogo paralelístico, dão suporte às mudanças da fala de M. A colisão entre fragmentos na fala da criança permitem seu deslocamento na estrutura, da primeira para a segunda posição. Alguns episódios apontaram a impermeabilidade de M à correção do erro pelo adulto. Verificou-se, como era do interesse do trabalho, que os verbos regulares e irregulares estão submetidos aos mesmos fenômenos, tanto na primeira quanto na segunda posição. De várias maneiras os erros de flexão verbal concederam ao investigador o privilégio de flagrar, na fala da criança, o ponto de "conversão do discurso do outro em discurso próprio" ao longo do processo de aquisição da linguagem, processo de subjetivação, conforme apontado pela teorização desenvolvida por De Lemos (1982 a 2002).

Abstract: The present work interpreted the verbal inflection error's in the M's speech from 1;0.23 to 3 ;04.30 by the theorization developed by De Lemos (1982 to 2002). 80th, regular and irregular verbs were foccused. Many irregular verbs descriptions and the portuguese verbal paradigms were presented in Chapter 2. The explanations founded about the verbal irregularity were varied. Many authors run over Latin to recuperate the evolution of a verbal item in the language. In fact, many of the verbal radical irregularities are related to the phonetic transformations occured to that item. It was verified the division among the conjugations, in the past existed between the first conjugation and the other - formed by joining the second and third conjugations. The fact is that the descriptions treated language as a product and not as process, what is in question in language acquisiton. In Chapter 3, important works in verbal inflection acquisiton in the literature were related. First, the conexionism was foccused. It is a theorical model which concentrates its discussions in the irregular verbal inflections acquisiton's of english. In the sequence, Annette Karmiloff-smith model (1986, 1992) was brought because it proposed a treatment to mortological acquisiton and presented the U shape's discussions. Then, two works about portuguese verbal inflection were presented: Figueira (1998, 2003) and Perroni-Simões (1976). So, it's possible to trace a parallel from inflections errors founded in M's speech, subject of this thesis, and the others founded by the investigators. Perroni-Simões observed the predominance of the first conjugation errors in the verbal inflection. The explanation offered was that it was the most regular conjugation in portuguese, which concentrated a large number of regular verbs. The author proposed an acquisition order in the verbal inflection by the children. Differently, Figueira (1998) founded the dominance of second and/or third conjugation in the verbal inflections errors to one of her subject, and to the second subject, she founded a real mosaic of forms, that led her to pronunce about the unexpected character and contingent of the error. In Chapter 4, the theorical frame and the data analysis were presented. The errors in the M's speech indicated the dominance of second and/or third conjugations. However, responding just about the prevalence of one of the conjugation classes was to treat the question partially, because the language acquisiton process is a subjectivity process, where subject and language forms an unity. The changes (linguistics and subjectives) that occur in the language acquisition process are changes of position in a structure, where appears: the other, the language, and the proper subject. The outline analysis is offered by theorical mode!. It was verified in the M's speech that divergent verbal forms carne form the other's speech to her ; what was interpreted as being the first position of the child in the structure, marked by the dominance of the child's speech alienation to the other's speech. In the second position, characterized by the dominance of language's movement in the child's speech, errors were also founded in M's speech. It was observed the movement of linguistics chains, that in a parallelistic game, has given support to changes in the child's speech. The collision against fragments in the child's speech permitted her displacement in the structure, from the first to the second position. Some episodes showed the child's impermeability to the error's correction by the adult. It was verified, as it was the work's interest, that both regular and irregular verbs were submitted to the same phenomenon in the first position as in the second one. In several ways, verbal inflection error's conceded to the investigator the privilege of seeing in the child's speech the exact point of conversation of the other's speech in the proper speech (or in the subject's speech), as indicated by the theorization developed by De Lemos (1982 to 2002).
Data de Defesa: 27-05-2003
Código: vtls000295915
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2003
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Rosa Attie Figueira
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Estudos da Linguagem
Nível: Tese (doutorado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Linguistica

Dono: admin
Criado: 06-12-2005 16:31
Visitas: 3657
Downloads: 290

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Maldonade, Irani Rodrigues.pdfDocumento PDF6255 Kb(6404795 bytes)3 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download