Consultar: Instituto de Estudos da Linguagem - IEL

Título [Principal]: Gramaticalização, modalidade epistemica e evidencialidade : um estudo de caso no portugues do Brasil
Título [Outro Idioma]: Grammaticalization, epistemic modallty and evidentiallty: a case study in Brazillan portuguese
Autor(es): Sebastião Carlos Leite Gonçalves
Palavras-chave [PT]:

Sociolinguistica , Mudanças linguisticas , Funcionalismo (Linguistica) , Modalidade (Epistemologia)
Área de concentração: Sociolinguistica
Titulação: Doutor em Linguistica
Banca:
Maria Luiza Braga [Orientador]
Mary Aizawa Kato
Ataliba Teixeira de Castilho
Marize Mattos Dall'Aglio-Hatnher
Edair Maria Gorski
Ingedore Grunfeld Villaça Koch
Roberto Gomes Camacho
Resumo:
Resumo: Como proposta de estudo de caso, este trabalho investiga cinco contextos de usos do verbo parecer no português brasileiro. Assumo, como hipótese, que esses diferentes usos podem ser interpretados como um caso de gramaticalização (GR), aqui entendida, na sua acepção clássica, como um processo que envolve a mudança de estatuto categorial de um elemento lingüístico (Hopper & Traugott, 1993). Para a descrição das propriedades sintáticas, semânticas e discursivo-pragmáticas que, sob a perspectiva sincrônica, caracterizam os diferentes padrões de uso do verbo parecer, utilizo, como quadro teórico, o modelo de Gramática Funcional de orientação holandesa (Dik, 1989, 1997). Nessa caracterização, recorro a dados empíricos e mostro que um processo de GR se implementa, na medida em que parecer, identificado com a categoria dos verbos plenos (parecer1), passa a assumir funções de satélites atitudinais, de caráter adverbial (parecer 4,5), colocando-se completamente para fora da estrutura de predicação. Nessa trajeto de mudança, pontos intermediários o relacionam com a classe dos verbos-suporte (parecer2) e com a dos verbos de atitude proposicional (parecer 3). Uma investigação histórica referenda apenas parcialmente a trajetória sincrônica de GR de parecer, captando os pontos extremos de sua escala de mudança. Entretanto, na comparação entre a evolução histórica das formas achar e crer com a de parecer, é possível manter a proposta de gradualidade da sua escala de mudança, justificando assim tratá-Io como um caso de GR. Confirmam essa hipótese dois conjuntos de parâmetros distintos aplicados a esse estudo de caso; o primeiro, de Lehmann (1995 [1982]), mostra que parecer apresenta ainda um relativo grau de autonomia e, portanto, grau baixo de GR; o segundo, representado pelos critérios de Hopper (1991), revela que parecer encontra-se ainda em processo de GR. O estudo apresentado permite duas possibilidades de interpretação que comprovam a hipótese deste trabalho: ou o verbo parecer ainda se encontra nos estágios iniciais de um processo de GR, com a possibilidade de vir a se identificar com categorias mais gramaticais (como a dos clíticos ou mesmo dos afixos, processo que demandaria outras alterações morfofonológicas), ou seu curso de GR foi interrompido. Diante dessas conclusões, relativamente às categorias semântico-pragmáticas de evidencialidade (EV) e de modalidade epistêmica (ME), envolvidas no processo de GR de parecer, é possível propor que, em razão de não se caracterizar como uma língua que possui evidenciais gramaticais, o PB está ainda em processo de GR da EV, começando pelo nível mais baixo da hierarquia proposta para esse domínio, ou seja, pela marcação da EV Indireta que, no atual estágio de mudança, ainda se entrecruza com a ME. Assim, a exemplo de outras línguas com sistema gramatical de EV, é possível que o PB gramaticalize somente evidência indireta e a assuma a evidência direta como forma não marcada ou marcada por zero. Diante dessa possibilidade, o verbo parecer, na sua trajetória de GR, pode deixar de codificar ME, em detrimento de um valor puramente evidencia!

Abstract: This work, under a case-study perspective, analyses five contexts in which the verb parecer (to seem) is used in Brazilian Portuguese. My hypothesis is that these different uses may be interpreted as a grammaticalization issue (GR), understood here in its classical sense, as a process that involves the category change of a linguistic element (Hopper & Traugott, 1993). In order to describe the syntactic, semantic and discursive-pragmatic properties that characterize the different use patterns of the verb parecer, the Dutch Functional Grammar model (Dik, 1989, 1997) is used as theoretical background. Based upon this characterization, empirical data is used to show that a process of GR is put into practice once parecer, identified as full-verb class (parecer1), claims the functions of attitudinal satellites, with adverbial characteristics (parecer 4,5), and is put completely apart from the predication structure. Through this way of change, intermediate points relate it with the support verbs class (parecer 2) and with the propositional attitude verbs class (parecer3). A historical investigation only partially confirms the way parecer becomes grammatical, and captures the extreme points in its changing scale. However, if we compare the historical evolution of achar (to thínk) and crer (to believe) with parecer, it is possible to keep the graduation of its changing scale, which justifies its treatment as a GR issue. Two sets of distinct parameters support this hypothesis in this case study: the first shows that parecer still presents a relative level of autonomy and, thus, low GR grade (Lehmann, 1995 [1982]); the second reveals that parecer is still in the process of GR (Hopper, 1991). We shall admit that the verb is either found in the initial stages of a GR process, or it had its GR course interrupted. The conclusions related to the evidentiality (EV) and epistemic modality (EM) involved in GR process of parecer lead to the proposal that, because it is not characterized as a language with evidentials, Brazilian Portuguese is still in process of grammaticalization of EV, beginning by the lower hierarchical level proposed for its domain, Le., by the Indirect Evidentiality, that in the course of events, interconnects with EM. Thus, as in other languages with grammatical system of 8/, Brazilian Portuguese may turn into grammar only indirect evidence and take direct evidence as a unmarked form or zero-marked. If we consider this possibility, the verb parecer may grammaticalize even more and will not encode EM, but merely an evidential value
Data de Defesa: 30-04-2003
Código: vtls000294472
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2003
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Maria Luiza Braga
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Estudos da Linguagem
Nível: Tese (doutorado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Linguistica

Dono: admin
Criado: 17-02-2006 10:24
Visitas: 4522
Downloads: 623

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Gonçalves, SCL.pdfDocumento PDF16251 Kb(16640801 bytes)7 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download