Consultar: Faculdade de Ciências Médicas - FCM

Título [Principal]: Violencia sexual
Autor(es): Carlos Tadayuki Oshikata
Palavras-chave [PT]:

Violencia, Crime sexual ,
Área de concentração: Tocoginecologia
Titulação: Mestre em Tocoginecologia
Banca:
Aloísio José Bedone [Orientador]
Aníbal Faúndes [Co-orientador]
Resumo:
Resumo: A violência sexual é um crime clandestino e subnotificado, praticado contra a liberdade sexual da mulher. Provoca traumas físicos e psíquicos, além de expor a doenças sexualmente transmissíveis e gravidez indesejada. Existem poucos serviços no Brasil que oferecem um atendimento especializado para diagnosticar e tratar as mulheres vítimas de violência sexual. A finalidade deste trabalho foi avaliar, através de um estudo descritivo e retrospectivo, 166 mulheres que compareceram na urgência do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher e que retornaram ao Ambulatório de Atendimento Especial à Mulher do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas, onde foram avaliadas pelo próprio pesquisador. As variáveis estudadas foram: as características da mulher agredida; do agressor; da agressão sofrida; os achados de exame físico na urgência; as incidências de doenças sexualmente transmissíveis e de gravidez indesejada. A maioria das mulheres atendidas era jovem, branca, solteira, estudante cursando o nível primário ou o ensino médio e não utilizava nenhum método contraceptivo eficaz. O estupro por desconhecidos foi a agressão mais cometida. Metade das mulheres sofreu violência no período noturno e foi abordada com armas de fogo na rua; comparecendo em média após 24 horas da agressão e 87,3% das mulheres realizaram o boletim de ocorrência. A anticoncepção de emergência foi instituída em 76,5% das mulheres e a profilaxia anti DST para quase todas. A lesão genital mais encontrada foi a fissura himenal. Trinta por cento das mulheres completaram o seguimento proposto de seis meses. Foram observados três casos de gravidez, três casos de doença inflamatória pélvica, dois de hepatite B e 29 casos de leucorréia incluindo tricomoníase, candidíase e vaginose bacteriana.

Abstract: The sexual violence is a clandestine and under notified, practiced against women sexual freedom. It provokes physical and psychological traumas, besides exposing women to sexual transmitted disease and unwanted pregnancy. There are few hospital or clinics in Brazil that offer an specialized service to diagnose and to treat women victim of sexual violence. The objective of this study was to evaluate, through a retrospective and descriptive study, 166 women who were consulted at the emergency unit of Centro de Assistência Integral à Saúde da Mulher (CAISM) and returned later to appointment at the outpatient department Atendimento Especial à Mulher do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), where they were evaluated by the researcher. The variables studied were: characteristics of the victim and of the aggressor, kind of aggression, physical examination incidence of sexual transmitted disease and unwanted pregnancies. Most of women were young, white, single, mostly high school students and were not using any effective contraceptive method. Rape by an unknown person was the most common aggression. Half of them were victimized at night were approached with guns at the streets, soughed for help about 24 hour after the incident e 87% of them reported it to the police department. Emergency contraceptives were prescribed to 76.5% of them and prophylaxes for STD were prescribed for all them. The most common genital lesion was hymeneal fissure. 30% of women completed the six-moth follow up. We detected 3 pregnancies, 3 cases of pelvic inflammatory disease, two hepatitis B e 29 cases of vaginal discharge, including trichomonas infection, candidiasis and bacterial vaginosis.
Data de Defesa: 28-02-2003
Código: vtls000293070
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2003
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Aloisio Jose Bedone, Anibal Faundes
Instituição: Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciencias Medicas
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Tocoginecologia

Dono: admin
Criado: 06-07-2004 10:37
Visitas: 10244
Downloads: 1323

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Oshikata, Carlos Tadayuki_M.pdfDocumento PDF392 Kb(401556 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download