Consultar: Instituto de Biologia - IB

Título [Principal]: Biologia reprodutiva de uma comunidade de Campo Sujo, Uberlandia/MG
Autor(es): Ana Angelica Almeida Barbosa
Palavras-chave [PT]:

Plantas - Reprodução , Cerrados , Fenologia
Titulação: Doutor em Ecologia
Banca:
Marlies Sazima [Orientador]
Paulo Eugenio A. M. Oliveira
João Semir
Silvana Buzato
Rita C. S. Maimoni-Rodella
Resumo:
Resumo: A abordagem da biologia reprodutiva em nível comunitário ainda é pouco comum para a vegetação de cerrado. Para este estudo foi escolhida uma área da tisionomia do tipo Campo Sujo, onde predominam espécies de porte herbáceo e subarbustivo, estrato ainda pouco estudado em relação a vários aspectos. A área localiza-se na Estação Ecológica do Panga, pertencente à Universidade Federal de Uberlândia, a cerca de 40 km do centro de 'Uberlândia/MG. Foram feitos os levantamentos florístico e fitossociológico em 5 parcelas de 10m x 70 m, e todas as espécies registradas foram coletadas, identificadas e registradas no herbário HUFU. Os indivíduos foram acompanhados ao longo do estudo, realizado de janeiro de 1992 a setembro de 1993. Neste período houve uma queimada na área e foi avaliado o seu efeito, principalmente na composição florística e também no panorama da biologia floral. Para cada espécie foram obtidos dados referentes a fenologia e a biologia reprodutiva, envolvendo aspectos de morfologia, eventos florais, polinizadores, sistema sexual e reprodutivo. Foram registradas 204 espécies pertencentes a 47 famílias, dentre as quais Asteraceae e Fabaceae foram predominantes, em termos do número de espécies. Após a queimada surgiram várias espécies que foram exclusivas deste período, reduzindo o número de espécies anteriores a sua ocorrência. Os eventos fenológicos de f1orescimento e frutiticação ocorreram ao longo de todo o ano, mas para a maioria das espécies estão restritos ao período chuvoso. Esta sazonalidade reflete a condição da forma de vida predominante, do tipo erva e subarbusto, que apresentam um ciclo de vida mais curto e pelo menos com a parte aérea fortemente regida pela condição de umidade do solo. Quanto à biologia floral, observou-se que se trata de uma comunidade onde predominou na maioria das espécies as seguintes características: em geral, com flores pequenas, de forma abelia, actinomorfas, posição ereta, com cores claras antese diurna, com duração de 24h, recurso floral do tipo néctar, unidade de polinização do tipo individual, e odor pouco detectável. Os sistemas de polinização foram bem diversos, mas predominaram espécies polinizadas por abelhas. Quanto ao sistema sexual, a maioria das espécies foi hermafrodita e autocompatível

Abstract: A community levei approach of reproductive biology studies is still rare for the neotropical savanna vegetation. ln order to address this subject an open cerrado area, with predominancy of herbs and shrubs was chosen in the Ecological Station of Panga, located 40 Km from the town centre of Uberlândia, MG. Phytossociological and floristic surveys were performed on 5 plots of 10m X 70 m in which ali plant individuaIs were identified and registered on the HUFU herbarium. During the period of January/1992 to September/1993 phenological and reproductive biological data were record for the sampled areas, including observations on the morphology, floral events, pollinators, sexual and breeding systems. The effect of a natural fire which burned the area in 1992 was evaluated on both tloristic composition and floral biology. The survey included 204 species belollging to 47 families, among which Asteraceae and Fabaceae were predominant in species number. The composition of species was modified after the fire occurrellce, and was accompanied by a decrease on species number. Phenological evellts of flowering and frutification although occurring along the entire year, were restricted for most species to the rainy station. Such seasonality reflects the prevalence of herbs and shrubs, which present a short life cycle and strong dependency on soil moisture conditions. The commonest pattern offloral biology for the community includes flowers with the following characteristics: small open forms, actinomorphic with pale colors and undetected aroma, presenting erect position of insertion, diurnal antesis, having nectar as floral reward and individual flowers as pollination unities. Pollination systems were diversified, but involving preferentially bees as agent of pollination. The majority of species were hermaphrodite and selfcompatible
Data de Defesa: 10-04-1997
Código: vtls000115236
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 1997
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Marlies Sazima
Instituição: Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologia
Nível: Tese (doutorado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Ecologia

Dono: admin
Criado: 12-04-2007 08:43
Visitas: 2248
Downloads: 209

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Barbosa,Ana Angélica Almeida.pdfDocumento PDF19025 Kb(19481175 bytes)8 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download