Consultar: Faculdade de Educação - FE

Titulo Principal: A afetividade como fator positivo para a aprendizagem
Autor(es):

Carmen Célia Cezar Matias
Palavras-chave [PT]:
Prática pedagógica, Gestor escolar - formação, Relação aluno-professor, Ambiente escolar, Educação, Processo de ensino e aprendizagem
Titulação: Especialização em Gestão Educacional
Resumo:
Busco neste memorial, através de forma narrativa registrar e refletir sobre os caminhos que trilhei para chegar até aqui. Como fui me constituindo filha, aluna, mãe, professora e gestora, ou seja, a minha história de vida numa perspectiva histórica e reflexiva uma análise crítica das atividades acadêmicas desenvolvidas até o presente momento, relacionada com a afetividade e a aprendizagem. Ao longo da minha prática pedagógica, e lá se vão vinte e três anos, foi um período de crescimento pessoal, de formação de identidade. Este tempo em sala de aula foi para mim uma escola e hoje, atuando como gestora, sinto a necessidade de uma reflexão crítica sobre a prática, levantando questões que angustiam meu cotidiano escolar e uma delas é a indiferença que permeia a relação educador-educando, cujo enfoque será sobre a importância da afetividade na relação professor aluno. Os vínculos estabelecidos entre professor e aluno, sempre significaram muito para mim no espaço escolar e sei o quanto isso interfere, influencia, motiva a relação, bem como a troca de saberes. Considero os afetos, as emoções e os sentimentos essenciais e um dos principais elementos do desenvolvimento humano, visto que a dimensão cognitiva se dá num ambiente marcado por mediações essencialmente afetivas. Segundo a teoria de Wallon (1995), as emoções dependem fundamentalmente da organização dos espaços para se manifestarem e a escola deve proporcionar uma formação integral (intelectual, afetiva e social). Poder um dia estudar nesta conceituada faculdade de educação para mim parecia impossível. O que se tornou possível graças à parceria estabelecida com a Prefeitura da cidade de Várzea Paulista e a Unicamp. Pude entrar em contato com excelentes profissionais da Educação, o qual contribuiu para meu processo de aprendizagem. Além de compartilhar os anseios, realidades e propostas entre os profissionais da Educação das diferentes cidades. Relato também a influência do capitalismo na Educação, onde as políticas educacionais no Brasil são referenciadas nas propostas dos organismos internacionais, incluindo as pessoas, visando à exploração, como força de trabalho a começar por nós gestores.2 A construção pessoal e coletiva exige paciência histórica, assim enquanto gestora descrevo o quanto esta formação possibilitou fundamentar teoricamente as tomadas de decisão cotidianas, na direção de uma ação cada vez mais intencional e menos ingênua. Tendo a escola como um espaço de produção de cultura, criado para transmitir às novas gerações aprendizagem essencial os professores devem ser uma fonte permanente de informação, segurança, interrogações e afetos.
Data de Defesa: 2009
Descrição:
Memorial apresentado ao Curso de Especialização em Gestão Educacional, da
Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, como um dos pré-requisitos para conclusão de curso.
Código: 79600
Informações adicionais:
Memorial de Formação (Especialização) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação.

Dono: fe_rp
Criado: 31-10-2017 08:15
Visitas: 605
Downloads: 377

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Matias_CarmenCéliaCezar_TCC.pdfDocumento PDF486 Kb(497721 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download