Consultar: Estudos da Linguagem - IEL

Título [PT]: Tradução de poemas – a língua de Dante e o italiano de Pasolini: passagem para o português brasileiro- dificuldade e soluções
Autor(es): Eliane Aparecida Zucculin Nucci
Palavras-chave [PT]:

Tradução, Literatura italiana, Poesia, Comparação, Afinidade
Palavras-chave [EN]:
Translation, Italian literature, Poetry, Comparison, Affinity
Titulação: Bacharel em Linguística
Banca:
Maria Viviane do Amaral Veras [Orientador]
Resumo:
Resumo: O Português brasileiro tem especificidades de léxico e de pronúncia, além de abordagens gramaticais que diferenciam o Português falado no Brasil e aquele que é hoje a língua de Portugal, o que nos leva a observar que o Português Brasileiro, que conserva boa parte da língua trazida da Europa no século XVI, está mais próximo das raízes do Latim vulgar e, portanto, das línguas faladas em outros países de língua românica naquela época. O Português arcaico e o Toscano estão próximos no tempo devido a fatores históricos, e ambos são provenientes do Latim vulgar. A história do Português começa no século XIII com o estabelecimento de Portugal como nação, e tendo já essa nação uma língua própria e reconhecida. O Toscano começa a se estabelecer à mesma época como a língua da Itália, e se tornará depois a língua oficial por influência de seus expoentes maiores, Dante, Boccaccio e Petrarca. Tendo como ponto de partida as traduções dos sonetos I, V, X, XI, XV, XXII e XXV de Dante Alighieri em Vita Nova e do poema Le ceneri di Gramsci de Pier Paolo Pasolini, a proposta deste trabalho é fazer uma comparação entre as dificuldades de tradução das expressões da língua italiana conforme elaboradas pelos dois autores em suas épocas determinadas.

Abstract: Brazilian Portuguese has lexical and pronunciation specificities, in addition to grammatical approaches, that differentiate the Portuguese spoken in Brazil from the one spoken in Portugal, which leads us to observe that Brazilian Portuguese, which preserves much of the language brought from Europe in the 16th century, is closer to the roots of Vulgar Latin and, therefore, to the languages spoken in other Romanic countries in that time. Archaic Portuguese and Tuscan are close in time due to historical factors, and both are derived from Vulgar Latin. The history of the Portuguese language begins in the 13th century with the establishment of Portugal as a nation, having this nation its own language already established and recognized. Vulgar Tuscan starts to establish itself around the same time as the language of Italy, and later becomes the official language under the influence of its major exponents, Dante, Boccaccio and Petrarch. Having as a starting point the translations of the sonnets I, V, X, XI, XV, XXII and XXV by Dante Alighieri in Vita Nova and the poem Le ceneri di Gramsci by Pier Paolo Pasolini, the purpose of this work is to compare the difficulties of translation of Italian language’s expressions, as elaborated by the two authors in their own times, to current Brazilian Portuguese.
Data de Defesa: 2013
Código: 55873

Dono: admin
Criado: 19-11-2013 09:53
Visitas: 607
Downloads: 1076

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Nucci, Eliane Aparecida Zucculin.pdfDocumento PDF814 Kb(833767 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download