Consultar: Estudos da Linguagem - IEL

Título [PT]: Tradução intersemiótica da linguagem literária para a linguagem cinematográfica: análise da adaptação do filme “orgulho e preconceito” (2005) a partir do romance homônimo de Jane Austen
Autor(es): Priscila Dudziak Guimarães
Palavras-chave [PT]:

Tradução intersemiótica, Tradução, Semiótica, Cinema, Adaptações Cinematográficas, Jane Austen
Palavras-chave [EN]:
Intersemiotc translation, Translation, Semiotics, Cinema, Film adaptations, Jane Austen
Titulação: Licenciado em Letras
Banca:
Maria Viviane do Amaral Veras [Orientador]
Resumo:
Resumo: Quando se pensa em tradução, muitas pessoas lembram somente da tradução interlinguística de um texto. Mas existem outros tipos de tradução que muitas vezes são feitas de modo quase inconsciente, e que são muito importantes. Um exemplo é a tradução intersemiótica, que traduz de um sistema de signos para outro, ou seja, de uma linguagem para outra. Vivemos cercados por inúmeros tipos de linguagens: linguagem escrita, linguagem musical, fotográfica, cinematográfica, etc. Para entendermos e utilizarmos todas essas linguagens, a tradução intersemiótica é parte fundamental em nossas vidas. As adaptações cinematográficas de obras literárias são um bom exemplo para se entender como funciona a tradução intersemiótica, bem como estudar até que ponto é possível realizar tal tradução mantendo a chamada fidelidade. Um exemplo de obra literária adaptada para o cinema é o livro “Orgulho e Preconceito”, de Jane Austen, que foi adaptado para o cinema em 2005 por Joe Wright. A partir da análise das soluções adotadas pelo diretor para traduzir a obra de Austen para a linguagem cinematográfica, é possível entender de modo mais claro a tradução intersemiótica e as questões a ela relacionadas.

Abstract: When thinking about translation, many people remember only about the interlinguistic translation of a text. But there are other types of translation that are often made almost unconsciously, and are very important. An example is the intersemiotic translation, which translates from a system of signs to another, that is, from one language to another. We live surrounded by numerous types of languages: music language, photographic language, cinematographic language, etc. To understand and use all of these languages, the intersemiotic translation is a fundamental part in our lives. The film adaptations of literary works are a good example to understand how intersemiotc translation works, as well as to study the extent to which such a translation can be performed maintaining the so called fidelity. An example of literary work adapted for the screen is the book "Pride and Prejudice" by Jane Austen, which was adapted into a movie in 2005 by Joe Wright. From the analysis of the solutions adopted by the film director to translate Austen's work for the cinematographic language, it is possible to understand more clearly the intersemiotic translation and the issues related to it.
Data de Defesa: 2011
Código: 49300

Dono: admin
Criado: 03-04-2012 15:24
Visitas: 2255
Downloads: 2008

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Guimarães, Priscila Dudziak.pdfDocumento PDF1281 Kb(1311561 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download