Consultar: Faculdade de Educação - FE

Título [PT]: rompendo paradigmas em beneficio da inclusão e da sociedade igualitaria
Autor(es): Grasiele Zampieri
Palavras-chave [PT]:

Trabalho de conclusão de curso, Memorial, Experiência de vida, Prática docente, Formação de professores.
Área de concentração: Programa Especial de Formação de Professores em Exercício
Titulação: Licenciatura em Pedagogia
Resumo:
Através desse Memorial, venho relatar minhas experiências pessoais, profissionais e falar das contribuições do curso de Pedagogia que me levou a reflexão sobre as práticas pedagógicas, bem como as possibilidades de mudanças. No presente trabalho discutirei sobre a inclusão de alunos com necessidades especiais no âmbito da rede regular de ensino e sobre os benefícios adquiridos quando abarcamos a diversidade de alunos existentes em nossas escolas. Relatarei aspectos relevantes sobre possibilidades de se desenvolver um trabalho pedagógico voltado para a especificidade da cada aluno, respeitando-o como um ser único. Comentarei a necessidade de existência de um professor especialista ou da participação da instituição de Educação Especial em auxiliar o professor da rede regular, assim como o aluno que possui necessidades especiais, principalmente os de deficiência múltipla e severa. Este Memorial está estruturado em quatro capítulos, sendo que no primeiro há passagens de minha vida, quando tudo começou, como me sentia e me via diante da indiferença das outras pessoas por não pertencer ao estereotipo pré - estabelecido pela sociedade atual. Relacionarei com minha vida adulta, ponderando os pesares e as conquistas obtidas quando temos uma pessoa com necessidades especiais na família, nesse caso, minha filha. Continuando, discutiremos sobre a inclusão, assim como, as práticas não inclusivas que levam a segregação, ao preconceito, a discriminação e ao equívoco de se estabelecer estereotipo para tudo. Buscaremos compreender o processo sócio-histórico das pessoas com necessidades especiais e o porquê de nossa sociedade não acolher de imediato o conceito de inclusão. No terceiro capítulo refletiremos sobre a escola e seus docentes e a necessidade de mudança para ambos. Na escola, porque necessita de adequação e adaptação para poder assistir a todas as especificidades de seus alunos com necessidades especiais. Aos professores, por ser necessária formação em Educação Especial, para isso, faremos menção das normas legais vigentes em nosso país. Por conseguinte, relatarei a importância da Educação Infantil - compreendida atualmente como o início da Educação Básica - no processo de inclusão, onde as possibilidades de adequação são maiores, assim como todo o processo pedagógico que para essa faixa etária busca desenvolver a autonomia, a identidade de seus educandos proporcionando sempre meios lúdicos para a realização dos mesmos. No decorrer de todo o Memorial farei uso de textos e das aulas que me auxiliaram durante o período acadêmico, além desses, darei ênfase à contribuição significativa provinda do curso de Pedagogia. As proposições aqui desenvolvidas buscam desmistificar o paradigma da inclusão tão real atualmente, procurando sempre que possível nortear meios de desenvolver possibilidades de aceitação e integração dessas pessoas e as infinitas formas de se exercer a inclusão respeitando sempre a diversidade de alunos.
Descrição:
Memorial apresentado ao Curso de Pedagogia – Programa Especial de
Formação de Professores em Exercício nos Municípios da Região Metropolitana de Campinas, da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, como um dos pré-requisitos para conclusão da Licenciatura em Pedagogia.
Código: 41176
Informações adicionais:
Formandos 20085 - Turma H
CDD - 370.92

Dono: admin
Criado: 01-09-2010 11:48
Visitas: 861
Downloads: 386

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Zampieri_Grasiele_TCC.pdfDocumento PDF239 Kb(244653 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download