Consultar: Estudos da Linguagem - IEL

Título [PT]: Considerações sobre o comportamento discursivo de uma professora surda bilingue
Autor(es): Daniela da Silva Menali
Palavras-chave [PT]:

Bilinguismo em contexto de surdez estudado, funcionamento discursivo do professor surdo bilíngue, codeswitching e codeconcurrency.
Palavras-chave [EN]:
Bilingualism in deaf contexts; discursive behavior of deaf bilingual teachers; codeswitching and codeconcurrency
Titulação: Licenciada em Letras – Português
Banca:
Terezinha de Jesus Machado Maher [Orientador]
Resumo:
Resumo: A presente monografia tem por objetivo refletir sobre o comportamento discursivo do sujeito bilíngue. Mais precisamente, pretende-se tentar desmistificar a ideia de que a mudança/alternância de código (codeswitching) evidencia um déficit de linguagem. O meu intento é fornecer evidências que possam ajudar a desfazer essa ideia equivocada, demonstrando que a alternância de línguas em contexto de bilinguismo representa um recurso discursivo produtivo que pode seu utilizado de diversas formas, tais como, para que o bilíngue possa se fazer entender mais claramente, solicitar esclarecimento, reasseverar sua identidade, etc. Para tanto, descrevo e discuto os resultados de um estudo qualitativo no qual observei o comportamento de uma professora surda, que, atuando em um ambiente de apoio pedagógico de uma universidade pública paulista, faz uso da LIBRAS e do português durante suas aulas. Com base na análise dos dados realizada no estudo em questão, pretende-se chamar a atenção para o fato de que, em contexto de surdez estudado, o conceito de codeswitching não é suficiente para explicar o comportamento discursivo do sujeito bilíngue nele inserido. Além da possibilidade de uso alternado do português e da língua de sinais, há que se considerar, também, a possibilidade de uso simultâneo dessas línguas – fenômeno provisoriamente aqui denominado codeconcurrency -, uso esse possibilitado pelo fato de se tratar de línguas de modalidades diferentes em interação (modalidade oral-auditiva e modalidade espaço-visual). A expectativa é que esta monografia possa contribuir para uma maior compreensão do funcionamento discursivo de professores e alunos surdos em sala de aula.

Abstract: The present paper aims at reflecting upon the discursive behavior of bilingual individuals. More precisely, my intention is to try to demystify the idea that codeswitching reveals linguistic deficit. It is my objective to provide evidence that can help minimize such bias by showing that the alternation of languages in bilingual contexts is a productive discursive resource that can be used in various forms, such as, to make bilinguals understood more clearly, to ask for clarification, to reassert their identities and so on. In order to do so, a qualitative study evolving the discursive behavior of a deaf teacher will be discussed. This teacher, who works in a pedagogical support classroom located in a public university in the State of São Paulo, makes use of Brazilin Sign Language (LIBRAS) and Portuguese during her classes. Taking into account the analyzed data, attention is called to the fact that the concept of codeswitching is not enough to explain the discursive behavior of bilinguals in deaf contexts. Besides the possibility of making alternate use of Portuguese and LIBRAS, one must also take into consideration the possibility of simultaneous use of both languages – a phenomenon temporarily here named codeconcurrency. Such behavior is made possible due to the fact that the languages at stake are used in different modalities (oral-auditive and space-visual modalities) It is hoped that this paper might contribute to increase our understanding of the discursive behavior of deaf teachers and students in the classroom.
Data de Defesa: 2009
Código: 41004

Dono: admin
Criado: 30-08-2010 11:59
Visitas: 1844
Downloads: 6687

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Menali, Daniela da Silva.pdfDocumento PDF340 Kb(347809 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download