Consultar: Faculdade de Educação - FE

Titulo Principal: Educação...insistir, persistir ou desistir?
Autor(es):

Nívia Suely Kruschewsky
Palavras-chave [PT]:
Trabalho de conclusão de curso, Memorial, Experiência de vida, Prática docente, Formação de professores.
Área de concentração: Programa Especial de Formação de Professores em Exercício
Titulação: Licenciatura em Pedagogia
Resumo:
“E foi assim que o operário Do edifício em construção Que sempre dizia sim Começou a dizer não e Aprendeu a notar coisas A que não dava atenção” (Vinícius de Moraes) No presente trabalho apresento as diferentes fases principais do meu trajeto até este memorial. Creio ser um roteiro fácil de ser apreendido por qualquer candidato a professor que ingresse na carreira em uma Rede Pública de Ensino, em particular, em uma escola da Rede Municipal de Piracicaba, para que não seja surpreendido por nenhum dos contratempos e dificuldades que encontrará no decorrer do tempo e não sofra os impactos emocionais e ocupacionais que exemplificarei no texto. Estudei à noite e no percurso, optei pelo magistério por ser uma fonte de trabalho “certa”. Em 1997 mudei-me para Piracicaba-SP devido a motivos de trabalho de meu marido, onde terminei o magistério um ano depois, tendo alguns problemas devido às diferenças de grade curricular e tempo de curso. Em 1998 terminei o magistério e ingressei na Universidade Metodista de Piracicaba no curso de Matemática, classificada em décimo lugar e lá permaneci por dois anos. Fiz o concurso da Prefeitura Municipal de Piracicaba para Professor do Ensino Fundamental em 1999 e iniciei minhas atividades como professora em 2000. Minha postura, maneira de ser e de agir, diferente daquela predominante aqui no sudeste, ou seja, não ser eternamente subordinada e dizer amém a tudo, além de exigir dos alunos incomodava e isso me angariou problemas logo no estágio probatório, com apenas dois meses, fui remanejada para outra Unidade Escolar, mas consegui contornar a situação e permanecer na rede municipal. Por três anos e meio fiquei em uma Unidade Escolar na zona rural. Fui bem recebida pela diretora, mas esta já havia dito às demais professoras o que pensava de mim antes de minha chegada. A segunda diretora fez de tudo para que eu não permanecesse com ânimo de prosseguir em meus objetivos e se irritava muito por não conseguir me controlar à sua vontade como as demais. Fui mais uma vez transferida para uma nova Unidade Escolar, sempre fora do tempo de remoção, sem participar do processo como as demais e com o mesmo rótulo de problemática. Lá estou até hoje, após um processo administrativo que me foi imposto, porque cobrei atitudes simples daqueles que são responsáveis pela Educação.Tendo sido admitida no curso de Pedagogia do PROESF/UNICAMP, aprofundou-se meu dissabor com o que chamam de Educação, quando me certifiquei do fosso que existe entre as teorias das salas de aula da Universidade e o que acontece na realidade vivenciada no dia a dia das salas de aula. De tudo restou apenas minha desilusão com a educação que parece não passar de uma grande brincadeira propagandística e política, pois a regra geral é que devemos nos comportar da forma desejada pelos manipuladores de pedagogias, políticas, estatísticas, recursos financeiros e o que mais possa dar retorno ao governo que estiver no comando naquela ocasião. “Tem dias que a gente se sente Como quem partiu ou morreu A gente estancou de repente Ou foi o mundo então que cresceu A gente quer ter voz ativa No nosso destino mandar Mas eis que chega a roda viva E carrega o destino pra lá.”(Chico Buarque) (Música: Roda Viva – Chico Buarque – Música feita em 23/09/1967 – Extraída da História da Música Popular Brasileira – Fascículo 4 – Editora Abril – 1970). Esse conjunto de situações termina por delinear os conteúdos que compõe meu eixo de abordagem, ou seja, formação, relação autoridade / autoritarismo na escola, conflito de opiniões e valores, sentimento de frustração e solidão diante dos colegas.
Data de Defesa: 2005
Descrição:
Memorial apresentado ao Curso de Pedagogia – Programa Especial de
Formação de Professores em Exercício nos Municípios da Região Metropolitana de Campinas, da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, como um dos pré-requisitos para conclusão da Licenciatura em Pedagogia.
Código: 20831
Informações adicionais:
Formandos 2005 - Turma H
CDD - 370.92

Dono: admin
Criado: 27-04-2007 09:47
Visitas: 966
Downloads: 1467

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Kruschewsky_NiviaSuely_TCC.pdfDocumento PDF128 Kb(131250 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download