Consultar: Faculdade de Educação - FE

Titulo Principal: Diferentes configurações familiares a partir do olhar da criança em tempos de intolerância
Autor(es):

Natália Fernanda de Freitas
Palavras-chave [PT]:
Gênero , Sexualidade , Estereotipo (Psicologia), Família , Cultura infantil
Resumo:
Resumo: O trabalho buscou saber de crianças, através de encontros, as suas considerações a respeito de temas polemizados em nossa sociedade em tempos difíceis, na acepção de Hannah Arendt (2008), valorizando-as como sujeitos (re)produtores de cultura.Em linhas gerais, a pesquisa pretendeu compreender, a partir das perspectivas narradas pelas crianças se havia um ideal familiar a ser seguido. De acordo com o que/quem e para quê? Qual seria o papel das famílias e da escola, mais destacadamente, nesse processo? Inicialmente, há uma contextualização da pesquisa que teve origem na disciplina de Estágio de Educação Infantil na Faculdade de Educação/UNICAMP. No segundo momento, o debate presente perpassa por reflexões a respeito de gênero e sexualidade defendidas por Judith Butler, o patriarcalismo e a mulher na formação de famílias,e o que resta aos homossexuais na luta por direitos pela referida instituição. O atual cenário político de fortes embates e disputas traz retrocessos à laicidade do Estado como a volta do ensino religioso facultativo nas escolas através da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), inconstitucionalidade com Projetos de Lei como o Estatuto da Família e o "Escola Sem Partido". Tudo isso muito bem alicerçado pela Bancada da Bíblia eleita para nos representar no Congresso Nacional. Em paralelo ao atual caos no mundo adulto, foram entrevistadas três crianças com um roteiro pré elaborado por meio da perspectiva cartográfica dos filósofos Gilles Deleuze e Félix Guattari. De acordo com Costa (2014), o conceito de cartografia como metodologia de pesquisa pretende tratar de territórios como o do afeto, da política, da subjetividade, da moral, entre outros. Para isso, se fez uso de recursos metodológicos criados pelas próprias pesquisadoras, a fim de enaltecer as considerações infantis sobre temas tidos como "tabu". Para essas crianças, famílias homossexuais foram consideradas legítimas?
Código: 001080688
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2018
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Heloísa Andreia de Matos Lins
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Educação
Nível: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)
UNICAMP:

Dono: fe_rp
Criado: 21-03-2019 10:39
Visitas: 142
Downloads: 250

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Freitas_NataliaFernandade_TCC.pdfDocumento PDF1593 Kb(1631429 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download