Consultar: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - IFCH

Título [PT]: Subjetividades inquietas normas e contracondutas femininas em Júlia Lopes de Almeida : a viúva Simões (1897) e Cruel amor (1911)
Autor(es): Gabriela Simonetti Trevisan
Palavras-chave [PT]:

Literatura, Subjetividade , Feminismo
Banca:
Luzia Margareth Rago [Orientador]
Resumo:
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo central analisar as contracondutas das personagens femininas de Júlia Lopes de Almeida em dois de seus romances: A viúva Simões (1897) e Cruel amor (1911). A primeira história diz respeito a uma viúva da elite carioca que, reencontrando um amor da adolescência, disputa com a filha pelo seu coração. Já a segunda trata de dois triângulos amorosos que se passam concomitantemente em um bairro de pescadores do Rio de Janeiro. Ao longo do enredo, as mulheres tentam fugir de relações abusivas, passando por violências simbólicas e físicas. Inspirada por teóricas feministas e por Michel Foucault, busco entender como, no imaginário dessa autora, essas mulheres se revoltam contra as tentativas de governo de seus corpos, promovidas pelos discursos médicos e jurídicos do século XIX e início do século XX, no Brasil

Abstract: not informed
Data de Defesa: 2016
Código: 001063969
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2016
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Luzia Margareth Rago

Instituição: Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Nível: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)
UNICAMP: Departamento de História

Dono: ifch_cs
Criado: 14-02-2019 11:55
Visitas: 222
Downloads: 158

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Trevisan_GabrielaSimonetti_TCC.pdfDocumento PDF937 Kb(959521 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download