Consultar: Faculdade de Educação - FE

Titulo Principal: O cotidiano dos alunos surdos no processo de inclusão na escola pública
Autor(es):

Mariana Niciolli Pereira
Palavras-chave [PT]:
Surdez , Educação , Inclusão
Resumo:
Resumo: Este trabalho teve como objetivo analisar o processo de inclusão do aluno surdo em escolas públicas, suas relações e interações com outros alunos e professores e, também, as estratégias adotadas que promovem e/ou impedem as relações destes alunos no contexto escolar. Os objetivos específicos foram: analisar criticamente o processo de inclusão do aluno surdo, verificando as estratégias que promovem e as que impedem suas relações no contexto escolar; analisar a relação dos alunos surdos com os alunos ouvintes no cotidiano escolar; analisar a relação dos alunos surdos com o intérprete dentro e fora da sala de aula; analisar a relação dos alunos surdos com o (a) professor (a) na sala de aula; e produzir uma análise crítica sobre o atual processo de inclusão das escolas regulares do Município de Campinas. A metodologia utilizada foi o estudo de casos com a observação de campo em salas de Ensino Fundamental I e II de duas escolas de Campinas, uma Municipal e outra Estadual. Realizaram-se, portanto, registros a partir de uma tabela de observação com o intuito de anotar todos os momentos de interação do aluno surdo com os diversos sujeitos do espaço escolar ¿ Intérprete, Professor, Alunos Ouvintes e Surdos. Dessa forma, foram levantadas informações sobre o cotidiano dos alunos surdos a fim de estabelecer relações com as atuais situações das políticas de educação dos surdos, consistindo em uma análise crítica sobre o atual processo de inclusão de surdos nas escolas regulares do Município de Campinas, dialogando com autores como (2006), Góes e Cruz (2006), Claudio, Guarinello e Schelp (2016). A partir dos registros de observações de campo foi realizada uma análise quantitativa das interações dos alunos dentro do cotidiano escolar. Conclui-se que as interações do aluno surdo com os demais sujeitos do espaço escolar ocorrem em diversos graus de frequência, sendo nitidamente maior com intérprete, seguida das interações com ouvintes, depois com os professores e, por fim, com colegas surdos. Esta configuração apenas não foi observada em um dos sujeitos da pesquisa, o qual interage com maior incidência com os colegas ouvintes. No entanto, estas interações eram realizadas por alguns simples e poucos sinais de LIBRAS e, em sua maioria, por gestos corporais e expressões faciais. A partir dos resultados é possível construir uma análise crítica sobre o atual processo de inclusão dos alunos surdos nas escolas regulares observadas, uma vez que denotam uma realidade alarmante sobre o processo de construção da subjetividade desses sujeitos, os quais possuem interações restringidas pelas limitações de trocas linguísticas no contexto social da escola. Palavras
Código: 000993917
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2017
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Lilian Cristine Ribeiro Nascimento
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Educação
Nível: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)
UNICAMP:

Dono: admin
Criado: 04-04-2018 10:39
Visitas: 158
Downloads: 217

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Pereira_MarianaNiciolli_TCC.pdfDocumento PDF633 Kb(648464 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download