Consultar: Faculdade de Educação - FE

Título [PT]: A didática transpessoal de Merlin na Saga do Rei Arthur
Autor(es): Yuri Ferraz Levy
Palavras-chave [PT]:

Didática , Psicologia transpessoal , Holismo, Educação
Resumo:
Resumo: No Ciclo Arthuriano, o mago Merlin é descrito como a personagem responsável pela educação do jovem Arthur, antes desse virar rei. Contudo, por trás das lendas e dos mitos que, posteriormente, compuseram as muitas versões da história mundialmente famosa, havia um comportamento pedagógico nas atitudes de Merlin, em sua atuação como tutor. Embora a natural divergência de versões, podemos distinguir alguns traços fundamentais no percurso didático de Merlin em relação a Arthur. De Geoffrey de Monmouth a T. H. White, vemos Merlin como legítima representação do arquétipo do sábio, daquele que está a frente do seu tempo (e que por isso, muitas vezes, é chamado de profeta), que possui grande conhecimento, habilidade para transmiti-lo, guarda segredos em oculto (por não serem compreendidos pela humanidade em geral) e consegue dissecar, com sua apurada sabedoria, os escaninhos mais profundos do psiquismo do homem. O endocrinologista indiano, radicado nos Estados Unidos, Deepak Chopra, também escreve sobre o mago. Contudo, ele busca fazer uma síntese das versões mais conhecidas do legado de Arthur, analisando a relação mestre-discípulo, de forma a atingir os sentidos mais profundos dos ensinamentos de Merlin, muitas vezes ocultos pelo entusiasmo ¿ e superficialidade - da ficção. Com essa visão, percebemos que, por trás da fantasia, verdadeiros postulados do que hoje conhecemos por Didática Transpessoal (SALDANHA, 2006) estavam sendo contemplados por Merlin, ainda que este termo estivesse muito longe de ser inventado. Mas como diz a própria lenda, Merlin vivia às avessas no tempo, já tendo vivido no futuro, e esta monografia visa jogar com essa noção, mostrando que, de fato, no comportamento pedagógico de Merlin haviam grandes exemplos de aplicação da Psicologia Transpessoal no campo da didática. É uma forma de exemplificar os pressupostos da Didática Transpessoal (SALDANHA, 2006) por meio de uma ilustração inusitada ¿ alguns podem até achar infantil ou despropositada -, embora legitimamente fundamentada, para questionarmos os rumos atuais da Educação e verificarmos o que a Psicologia Transpessoal tem a contribuir nesse contexto ¿ contemplando o indivíduo em suas dimensões biológica, psicológica, sociocultural e espiritual. Não é um trabalho sobre o aspecto histórico dos fatos, mas uma análise, a partir do campo da Educação, sobre como o campo da transpessoalidade do indivíduo pode dialogar com seu processo de formação.
Código: 000922455
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2013
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Valério José Arantes
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Educação
Nível: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)
UNICAMP:

Dono: admin
Criado: 14-05-2014 14:09
Visitas: 765
Downloads: 2414

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Levy, Yuri Ferraz_TCC.pdfDocumento PDF1024 Kb(1048831 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download