Consultar: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - IFCH

Título [Principal]: Os movimentos dos sem-teto da Grande São Paulo (1995-2009)
Título [Outro Idioma]: Homeless movements of Grande São Paulo (1995-2009)
Autor(es): Nathalia Cristina Oliveira
Palavras-chave [PT]:

Classes sociais , Habitação , Ideologia , Movimentos sociais
Palavras-chave [EN]:
Homeless Movement of São Paulo , Social classes , Habitation , Ideology , Social movements ,
Área de concentração: Trabalho, Movimentos Sociais, Cultura e Política
Titulação: Mestre em Ciência Política
Banca:
Armando Boito Junior [Orientador]
Andréia Galvão
Jair Pinheiro
Resumo:
Resumo: Propusemo-nos a realizar um estudo empírico exploratório sobre os movimentos dos sem-teto da Grande de São Paulo. Estamos falando aqui da luta de pessoas que não têm moradia digna e que por isso se organizam em movimentos sociais urbanos e realizam ocupações em imóveis vazios no centro da cidade ou em grandes terrenos periféricos vagos que servem à especulação imobiliária. Para que nossa pesquisa se tornasse viável, optamos por analisar três dos principais movimentos dos sem-teto da Grande São Paulo, a saber, Movimento Sem-Teto do Centro (MSTC) e Movimento de Moradia do Centro (MMC) - que atuam no centro da metrópole - e o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), que atua na periferia e na divisa das cidades que compõem a Região Metropolitana de São Paulo. O texto foi estruturado de modo que pudéssemos responder a duas questões: Quem são os sem-teto? E Por que são sem-teto? Para a resposta da primeira questão, descrevemos os três movimentos dos sem-teto citados de maneira que facilitasse o estabelecimento de uma comparação entre eles, demonstrando suas semelhanças e diferenças. Dentre os aspectos descritos e comparados, enfatizamos as diferenças existentes nas reivindicações e orientações políticas e ideológicas dos movimentos dos sem-teto e a semelhança existente em suas bases sociais. Analisamos ainda a estrutura organizativa e métodos de luta dos três movimentos citados, assim como suas trajetórias históricas (nascimento e evolução). A resposta da segunda questão se concentrou na idéia de que a existência dos sem teto se deve a uma confluência de fatores os quais estão relacionados à essência do modo de produção capitalista e a ineficiência das políticas habitacionais brasileiras

Abstract: Our proposal was to produce an exploratory empirical research about homeless movements of Grande São Paulo. We are talking about people who do not have proper home. They have organized urban social movements occupying vacant buildings placed in downtown or big lands in the suburbs of the cities - places that work to the housing speculation. We have focused three homeless movements from Grande São Paulo in our analysis: Movimento Sem-Teto do Centro (MSTC), Movimento de Moradia do Centro (MMC) and Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST). This text was written to answer two questions: Who are the homeless? Why they are homeless? To the first question, we have described the three homeless movements to do a comparison among them, showing their similarities and differences. In the midst of the described and compared aspects, we have been emphasized the differences existents in the demands and political-ideological orientations from homeless movements and the similarity existent among their social bases. We also analyzed the homeless movements´ organization and method of fighting and their historical trajectories (birth and evolution). The answer of second question is that the homeless´ existence is due many factors that are linked with the essence of capitalist mode of production and the inefficiency the Brazilians housing policies
Data de Defesa: 26-03-2010
Código: 000771137
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2010
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Armando Boito Junior
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Ciência Política

Dono: ti_me
Criado: 18-10-2010 14:37
Visitas: 2285
Downloads: 183

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Oliveira, Nathalia Cristina_M.pdfDocumento PDF2391 Kb(2448436 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download