Consultar: Instituto de Artes - IA

Título [Principal]: Ciganos, peregrinos do tempo : ritual, cultura e tradição
Título [Outro Idioma]: Gypsies : pilgrims of the time : ritual, culture and tradition
Autor(es): Regiane Aparecida Rossi Hilkner
Palavras-chave [PT]:

Ciganos , Corpo , Memoria , Dança
Palavras-chave [EN]:
Gypsies , Body , Memory , Dance ,
Titulação: Doutor em Multimeios
Banca:
Etienne Ghislain Samain [Orientador]
Ronaldo Entler
Marcius Cesar Soares Freire
Severino Antonio Moreira Barbosa
Claudia Regina Alves Prado Fortuna
Resumo:
Resumo: Pesquisar as manifestações da cultura cigana é sempre um empreendimento ambicioso, pois se constitui em uma prática polissêmica, que traz diversas possibilidades de interpretação, considerada ao mesmo tempo exótica, artística, religiosa, entre outras definições. Esta pesquisa procurou inicialmente enfocar apenas um de seus aspectos: o corpo cigano enquanto uma construção social que, ao expressar-se, agencia memórias. No entanto, como nos ensina a poesia, não existem pré-caminhos. O caminho se faz ao caminhar. Ciganos, unidade complexa, mosaico étnico. Ritmos e imagens. Materialidade e significação. Assim, o corpo-memória foi abordado no complexo universo cigano. Os capítulos deste trabalho nasceram e cresceram em função dessa complexidade cigana que impossibilita a fragmentação. Neste contexto, o objeto central de análise, ao longo do percurso de estudo e pesquisa, deslocou-se para além do corpo-memória, fazendo-se necessário um aprofundamento do ethos1 cigano, suas histórias, memórias, crenças e em especial a sua crença maior: Sara Kali. Para tanto, buscou-se em uma constelação harmônica apresentar os Ciganos - livres de estereótipos (Primeiro Capítulo). Ciganos peregrinos que juntam as vozes, mesmo pertencentes a diferentes tribos: muitas vozes em uma única voz, muitos mundos, dentro de um mesmo mundo - o Mito de Sara Kali (Segundo Capítulo). E por fim, o que antes era o início: ciganos que escrevem e reescrevem o texto da própria existência, pela poesia e ritual da dança (Terceiro Capítulo). Incorporada à área da Antropologia Visual e movida pela intenção de fazer das imagens fotográficas e dos relatos de alguns atores sociais, objeto de reflexão e ponto de partida e de chegada de todo o processo de constituição da identidade cigana, este estudo objetivou demonstrar não somente os elementos culturais dos ciganos, que os aproximam ou os distanciam da cultura predominante, mas nos preocupamos em verificar como organizam suas memórias impressas em seus corpos, uma vez que, mesmo espalhados pelo mundo, apresentam-se como grupo com marcada identidade

Abstract: To search the characteristics of gypsy culture is always an ambitious task since it brings a variety of meaning and possibilities for interpretation for it is considered exotic, artistic, religious, among other. This research, initially, sought to focus only one of its aspects: the gypsy body as a social construction which by expressing itself brings out memories. However, as poetry teaches us, there are no pre-paths... The path is to walk. Gypsies, a complex unit, ethnic mosaic. Rhythms and images. Materiality and meaning. Thus, the body-memory was addressed in the complex gypsy universe. The chapters of this work flourished and grew in the light of such complexity of the gypsy people that is completely impossible to be fragmented. In this context, the central object of analysis, along the route of study and research, went beyond the body-memory, making it necessary deepening the gipsy ethos [1}, their stories, memories, beliefs and in particular their greatest belief: Sara Kali. In order to achieve this, a harmonious constellation was blended in presenting the Gypsies - free of stereotypes (First Chapter). Gypsies pilgrims who gather their voices, even belonging to different tribes: many voices in one only voice, many worlds within the same world - the myth of Kali Sara (Second Chapter). At last, what was once the beginning: gypsies who write and rewrite the text of their own existence through the ritual of poetry and dance (Third Chapter). Incorporated into the area of Visual Anthropology and driven by the intention of making photographic images and reports of some social actors, the subject of reflection and point of departure and arrival of the whole process of formation of Roma identity, this study aimed to demonstrate not only the cultural elements of Roma, that can be nearer or farther from its own predominant culture, but we care to verify how they organize their memoirs printed in their bodies because, even around the world, they present themselves as a group with marked identity.
Data de Defesa: 30-07-2008
Código: 000436352
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2008
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Etienne G. Samain
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Artes
Nível: Tese (doutorado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Multimeios

Dono: admin
Criado: 20-08-2009 14:37
Visitas: 4816
Downloads: 442

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Hilker, Regiane Aparecida Rossi_D.pdfDocumento PDF7195 Kb(7367512 bytes)3 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download