Consultar: Faculdade de Ciências Médicas - FCM

Título [Principal]: Sentido interno de coerencia (sic) e equilibrio entre esforço e recompensa em trabalhadores do setor de tecnologia de informação (TI)
Título [Outro Idioma]: Internal sense of coherence (isc) and balance between effort and reward of workers in the sector of information technology (IT)
Autor(es): Patricia Magalhães Guimarães
Palavras-chave [PT]:

Trabalhadores , Saude mental , Tecnologia de Informação
Palavras-chave [EN]:
Workers , Mental health , Information technology ,
Área de concentração: Ciencias Biomedicas
Titulação: Mestre em Ciencias Medicas
Banca:
Sylvia Maria Ciasca [Orientador]
Julio Cesar Fontana Rosa
Marcia Maria Toledo
Resumo:
Resumo: Objetivos: Identificar a ocorrência de Desequilíbrio entre Esforço e Recompensa no Trabalho, caracterizar o Sentido Interno de Coerência da amostra de estudo e correlacioná-los. Método: Noventa e nove sujeitos de uma população de N=137 de diferentes níveis sócio-demográfico-ocupacionais de uma empresa privada da cidade de Campinas/SP do ramo de Tecnologia de Informação (TI) que preencheram dois questionários auto-aplicáveis: i) O Questionário Sentido Interno de Coerencia (SIC) (Antonovsky, 1988) com validação para o português por Saboga Nunes (1999), ii) O Questionário de Equilíbrio entre Esforço e Recompensa no Trabalho - ERI (Effort Reward-Imbalance) (Siegrist, 1999) validado para uso no Brasil por Guimarães et al (1998). Resultados: a maioria dos participantes é: do sexo masculino (71%), com idade média de 30 anos, faixa etária entre 26 a 35 anos (54%), escolaridade superior (79%), solteiros (62%), trabalham na área técnica (75%), ocupam o cargo de analistas (69%), possuem contrato efetivo de trabalho (53%). Cinqüenta e três por cento (53%) deles estão a menos de 2 anos na empresa. A maioria obteve um médio SIC (63,9%) e sessenta e oito por cento (68%) e apresentou tambem média significabilidade (68%), manejabilidade (59,8%) e compreensibilidade (59,8%). Quatro (4) participantes apresentaram risco para o super-comprometimento. Nenhum dos participantes apresentou Desequilíbrio entre Esforço e Recompensa no Trabalho (ERI). Não se obteve dependência significativa dos dados sócio-demográfico-ocupacionais com o ERI e o SIC. Os sujeitos sem risco para o super-comprometimento apresentaram média de pontuação maior no SIC que os com risco. O super-comprometimento exerceu influencia na variação do SIC. A irritabilidade desproporcional (dimensão do super-comprometimento) influenciou o SIC. Conclusões: Os participantes que apresentaram risco para super-comprometimento apresentam um menor SIC, bem como a irritabilidade desproporcional o influenciou, evidenciando-se, portanto, a função do SIC como mediador do risco para o estresse ocupacional

Abstract: Objective: Identify the occurrence of Imbalance between Effort and Reward in Work, characterize the Sense of Coherence of the study sample and correlate them, in a private company of the field of Information Technology (IT), in the city of Campinas/SP. Method: 99 subjects of a population of N=137 of different socio-demographic occupational levels filled out two self-applicable questionnaires: i) Sense of Coherence Questionnaire (SOC) (Antonovsky, 1988) with Portuguese validation by Saboga Nunes (1999), ii) The Questionnaire of Balance Between Effort and Reward at Work. ERI (Effort Reward - Imbalance) (Seigrist, 1999) validated for use in Brazil by Guimaraes et al (1998). Results: most participants are: male (71%); of an average age of 30, in the age range of 26 to 35 (54%), college educated (7%), single (62%), work in a technical area (75%), occupy a function of analyst (69%), have a fully registered work contract (53%). Fifty three percent (53%) of them have been in the company for less than 2 years. The majority got a SIC average (63.9%) and sixty eight per cent (68%) also presented average significability (68%), manageability (59%) and comprehensibility (59.8%). Four (4) participants presented risk for over-commitment. None of the participants presented Imbalance between Effort and Reward at Work (ERI). There was no significant dependence found between socio-demographic-occupational data with the ERI and the SIC. The subjects not at risk in over-commitment presented a higher average in the SIC than those at risk. The non-proportional irritability (dimension of over-commitment influenced the SIC. Conclusions: The participants that presented a lower risk for over-commitment had a lower SIC score, besides the non-proportional irritability influenced it, evidencing, therefore, the function of SIC as a mediator of risk for occupational stress
Data de Defesa: 27-08-2008
Código: 000433957
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2008
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Sylvia Maria Ciasca
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciências Médicas
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas

Dono: pai_e_gi
Criado: 09-03-2009 17:38
Visitas: 1763
Downloads: 44

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Guimaraes, Patricia Magalhaes_M.pdfDocumento PDF3219 Kb(3296338 bytes)2 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download