Consultar: Faculdade de Ciências Médicas - FCM

Título [Principal]: O projeto terapeutico como contribuição para a mudança das praticas de saude
Título [Outro Idioma]: The therapeutic project as contribution to change health services practices
Autor(es): Gustavo Nunes de Oliveira
Palavras-chave [PT]:

Gestão em saude , Vulnerabilidade em saude , Fatores de risco , Educação em saude
Palavras-chave [EN]:
Health management , Vulnerability in health , Risk factors , Health in education ,
Titulação: Mestre em Saude Coletiva
Banca:
Sergio Resende Carvalho [Orientador]
Jose Ricardo C. de Mesquita Ayres
Gastão Wagner de Sousa Campos
Resumo:
Resumo: Este trabalho investiga a contribuição do Projeto Terapêutico Singular (PTS) para a gestão da atenção individual e coletiva à saúde. O marco teórico parte de concepções da saúde coletiva e discussões sobre ciência e senso comum na pós-modernidade. Aborda possibilidades de mudanças nas práticas de saúde, enquanto práticas sociais, a partir do encontro entre sujeitos, na implementação de processos de singularização da atenção, tendo o PTS como modelo. Faz releitura dos processos de normalização da atenção, tendo como modelo a aplicação do conceito de risco probabilístico epidemiológico. Propõe a incorporação do conceito de vulnerabilidade às práticas de saúde. Avalia uma proposta de operacionalização do PTS tomando como material de análise dados coletados em atividades de educação permanente com trabalhadores da rede básica e no desenvolvimento de projetos terapêuticos em unidades de saúde. Os dados foram classificados e analisados com base nas categorias Sujeito, Singularidade e Autonomia. Os resultados permitem reflexões sobre teoria/práticas de saúde. Assinala limitações de projetos sanitários que privilegiam ações programáticas sustentadas unicamente na noção de risco, além de elaborar alternativas às práticas prescritivas objetivantes. Aponta a pertinência da incorporação do conceito de vulnerabilidade nas práticas e constata o valor de uso do arranjo/dispositivo PTS proposto na qualificação do trabalho em saúde voltado para co-produção de saúde e de sujeitos autônomos. Conclui apontando possibilidades, limites e dificuldades do PTS enquanto estratégia de reforma das práticas de gestão/atenção em saúde e questões que julgamos devedoras de novos estudos

Abstract: This study investigates the contribution of the Singular Therapeutic Project (PTS) for the management of the individual and collective attention to health. The adopted theoretical landmark departs from concepts of the Collective Health field and contentious positions about science and common sense in post-modernity. It addresses possibilities of changes in the social praxis on health issues, starting from citizens? group meetings to finally overlook the singular aspects of delivering individual processes of providing health care under the PTS model. It reviews the processes of standardization of health services, also using the probabilistic concept of risk from epidemiology. It proposes to encompass the concept of vulnerability to the health practices. It evaluates an application trial of the PTS model based on data collected from continuous education projects of the health workers and some case-analysis on therapeutic projects that they adopt to develop their own services at the primary health centers of the Brazilian Unified Health Services (SUS) network. The data was classified and analyzed based on categories as: Subject, Singularity and Autonomy. The results allow reflections about health theory/praxis and also point out to limitations of sanitary projects that are uniquely supported by the notion of risk, besides suggesting alternative practices. They also state the relevance of the adoption of the concept of vulnerability into the health services and bring about evidences of the PTS model value to promote capacity building for the health teams along with developing health promotion and autonomic concepts among citizens and health workers altogether. The conclusion points out possibilities, limits and difficulties of the PTS model, taken as a strategy to reform of health praxis components specially those directed to health policy and management of health services. These limits are taken as a framework that deserves additional studies
Data de Defesa: 23-02-2007
Código: 000409274
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 2007
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Sergio Resende Carvalho
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciências Médicas
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva

Dono: admin
Criado: 05-09-2008 16:11
Visitas: 6293
Downloads: 459

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Oliveira,_Gustavo_Nunes_de.pdfDocumento PDF1499 Kb(1534911 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download