Consultar: Faculdade de Ciências Médicas - FCM

Título [Principal]: Funçao celular em individuos com exposição ocupacional ao mercurio
Autor(es): Rita de Cassia Ramos Perlingeiro
Palavras-chave [PT]:

Mercurio , Sistema imune , Toxicologia industrial , Higiene industrial
Titulação: Mestre em Farmacologia
Banca:
Mary Luci de Souza Queiroz [Orientador]
Resumo:
Resumo: Neste trabalho investigamos alguns efeitos do mercúrio sobre o sistema imunológico. Foram estudados 51 trabalhadores expostos ao metal, assim como 51 indivíduos não-expostos (grupo controle). Os níveis urinários de mercúrio, determinados pelo método de absorção atômica, foram utilizados como índices biológicos de exposição. Foram estudadas a capacidade fagocitária e lítica de neutrófilos frente à Candida albicans e Candida pseudotropicalis, atividade quimiotática de neutrófilos e a capacidade proliferativa de linfócitos em resposta ao mitógeno fitohemaglutinina (PHA). O estudo da função esplênica foi efetuado através da contagem de hemácias com irregularidades de superfície (pits). Foi realizada uma 2ª avaliação destes parâmetros (intervalo de 6 meses). nos trabalhadores remanescentes, após uma melhoria efetuada nas condições de higiene da firma. Inicialmente, noventa e dois porcento dos trabalhadores estudados apresentavam níveis urinários de mercúrio abaixo dos limites de tolerância biológica (até 50 ug/g de creatinina). Após o intervalo de 6 meses, observamos, nos mesmos trabalhadores, uma redução significativa nestes níveis (p<0,05). Os nossos resultados na 1ª avaliação demonstraram que não houve alteração na capacidade fagocitária de neutrófilos frente aos 2 antígenos. Por outro lado, a atividade lítica apresentou-se reduzida em relação às duas espécies de Candida. Na 2ª avaliação, a atividade litica frente ao antígeno C.pseudotropicalis não. apresentou redução significativa em relação ao 1ª estudo. Por outro lado, em relação ao antígeno C.albicans, estas atividade apresentou-se ainda mais reduzida nesta 2ª avaliação, sendo essa tendência reforçada pela correlação linear observada entre tempo de exposição e atividade litica frente a este segundo antígeno. A atividade fagocitária manteve-se normal em relação aos dois antígenos. Foi também observada uma redução significativa na atividade quimiotática de neutrófilos, a qual manteve-se reduzida na 2ª avaliação. Não houve alteração significativa na capacidade proliferativa de linfócitos em resposta à PHA em presença de soro AB normal. No entanto, quando os linfócitos foram incubados em presença de soro autólogo, observamos uma redução na capacidade linfoproliferativa. A contagem de hemácias com irregularidades de superfície apresentou-se normal nestes trabalhadores (abaixo de 2%). Estes resultados indicam que níveis urinários de mercúrio considerados seguros no campo profissional não previnem o trabalhador exposto de efeitos tóxicos no sistema imunológice.

Abstract: In this work some effects of mercury on the immune response were investigated. Fifty one male workers of a mercury producing plant were studied, as well as fifty one non-exposed controls. To monitor exposure we used urinary mercury levels (HgU), determined by the atomic absorption method. Phagocytosis and killing of Candida albicans and Candida pseudotropicalis by neutrophils, chemotaxis of neutrophils, lYmphocyte proliferation in the presence of the mitogen phytohemagglutinin(PHA) and the quantitation of red blood cell surface "pits" were measured.After improvement in the hygiene conditions in the factory, a new evaluation was performed, six months later, in the same workers. In the first evaluation, the results of mercury urinary concentrations .showed that 92% of the workers studied was below the threshold level value of 50ug/g of creatinine. After six months, these results were still lower (p
Data de Defesa: 1993
Código: 000062329
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 1993
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Mary Luci de Souza Queiroz
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciências Médicas
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Farmacologia

Dono: ti_ml
Criado: 08-04-2009 10:41
Visitas: 1009
Downloads: 15

ArquivoFormatoTamanhoTempo estimado para download
Perlingeiro, Rita de Cassia Ramos.pdfDocumento PDF1613 Kb(1651770 bytes)1 minuto(s) (Velocidade de conexão de 56 kb/s)Visualizar/Download