Consultar: Faculdade de Engenharia de Alimentos - FEA

Título [Principal]: Avaliação da qualidade nutricional e microbiologica de ração autoclavavel pararatos e camundongos de bioterios livres de patogenos especificos (SPF)
Autor(es): Cecilia Ribeiro Piau Vieira
Palavras-chave [PT]:

Rações - Aspectos nutricionais , Nutrição animal
Titulação: Mestre em Ciencia da Nutrição
Banca:
Debora de Queiroz Tavares [Orientador]
Berenice Cunha Wilke
Humberto de Araujo Rangel
Ana Maria Aparecida Guaraldo
Resumo:
Resumo: Os países onde a ciência de animais de laboratório está bem estabelecida administram dietas de ingredientes naturais autoclavadas para a criação e manutenção de ratos e camundongos livres de patógenos específicos (SPF). No presente trabalho, pela primeira vez no Brasil, foi conduzido um estudo sistematizado com o objetivo de avaliar a qualidade nutricional e microbiológica de uma ração de ingredientes naturais autoclavável, a qual é administrada aos ratos e camundongos SPF do CEMIB (Centro Multi-Institucional de Bioterismo)/UNICAMP. A qualidade nutricional da ração NÜVILAB CE-1autoclavâvel após autoclavagem foi avaliada em ratos através de ensaios de avaliação da Eficiência Protéica operacional (EPop) e Balanço de Nitrogênio, incluindo ainda a Determinação do Conteúdo Protéico e da Composição Aminoacídica; a adequação foi verificada pela comparação com valores obtidos para dietas de referência (AIN-76/AIN-90) e com valores recomendados de nutrientes. Foram também conduzidos testes com dietas formuladas apenas com ingredientes de origem vegetal (NUVITAL 18% vegetal e NUVITAL 22% vegetal), na tentativa de eliminar proteínas de origem animal para minimizar a contaminação microbiológica- Microbiologieamente, a ração NUVILAB CR-1 autoclavâvel foi analisada nas formas não autoclavada, autoclavada e retirada dos cochos dos animais após 72 horas. Foram utilizados métodos tradicionais de análise microbiológica para os testes de contagem padrão em placas de mesófilos aeróbios, bolores e leveduras, Staphylacoccus aureus, coliformes totais, coliformes fecais, Salmonella, clostrídios sulfito-redutores e Bacillus cereus, e kits de análise bacteriológica rápida para os testes de contagem total, bolores e leveduras, coliformes totais e Stsphyloooccus aureus. A avaliação incluiu ainda determinações de umidade e atividade de água. Os resultados obtidos indicaram que as dietas atendem aos requerimentos estabelecidos pelo National Research Council dos Estados Unidos para ratos e camundongos quanto ao conteúdo proteico, mas quanto ã composição aminoacídica apresentam deficiências de aminoácidos sobretudo pelo déficit de metionina e cisteina. Em todos os ensaios biológicos para avaliação da Epop. a dieta-controle apresentou os melhores valores para coeficiente de eficiência alimentar (CEA) e EPop, indicando melhor valor promotor de crescimento, com valores 1,2 a 1,5 vezes maiores e 1,3 a 1,7 vezes maiores, para CEA e EPop, respectivamente, do que os encontrados para as dietas de ingredientes naturais (NÜVILAB CR-1 autoclavével e NUVITAL 22% vegetal), as quais apresentaram, entre si, valores semelhantes. Na média, as dietas proporcionaram aos animais ganho de peso dentro das taxas esperadas. Estabeleceu-se que o consumo alimentar acumulado e o peso dos animais são funções lineares do tempo, e que o peso dos animais é função linear do consumo alimentar acumulado, existindo entre estas variáveis fortes correlações lineares positivas significantes, coei coeficientes de correlação superiores a 0,9899 (p<0,01), 0,9885 íp<0,01) e 0,9896 (p<0,01), respectivamente. A dieta AIN-76 apresentou 38,35% de Digestibilidade Aparente e 70,06% de Valor Biológico Aparente, enquanto que a dieta HUVILAB CR-1 autoclavável apresentou 76,47% e 78,76%, respectivamente. Quanto ao NPU Aparente, o mesmo foi 67,51% para a dieta AIN-76,' e 80,28% para a dieta NUVILAB CR-1 autoclavável. A determinação da umidade da ração indicou níveis dentro das limites especificados pelo fabricante (12,5%, máximo); a atividade de água da ração no intervalo de 0,530 a 0,752 indicou possibilidade de proliferação microbiana limitada, restrita a bolores xerófilos. Os resultados dos ensaios microbiológicos efetuados no intervalo de 13 meses demonstraram qualidade microbiológica estável para a ração não autoclavada, aceitável pelo padrão utilizado pela firma produtora. As análises indicaram ausência de Salmonella. e não detecção de Staphylocoocua aureus e coliformes para todas as formas de ração. Para as amostras de ração autoclavada e retirada dos cochos dos animais o crescimento de clostrídios sulfito-redutores e Baclllus cereus também não foi evidenciado. Os resultados obtidos com os kits de análise bacteriológica rápida indicaram valores mais elevados, quando comparados aos da metodologia convencional, A esterilidade da ração não foi alcançada, o que sugere a existência de falhas nos processos de autoclavagem e/ou na amostragem da ração.

Abstract: The present work was undertaken aiming to evaluate the nutritional and microbiological quality of the autoclavable diet of natural ingredients which has been offered ordinarily to rats and mice Specific Pathogen Free (SPF) of the CEMIB (Centre Multi- Institucional de Bioterismo - Multi-Institutional Center for Laboratory Animal Science)/UNICAMP. The nutritional quality of the autoclaved autoclavable diet NUVILAB CR-1 was evaluated through operative Protein Efficiency (EPop) evaluation and Nitrogen Balance assays, with rats, as well as by Crude Protein Content and Amino Acids Composition Determinations; the adequacy was determined by comparation with values obtained from reference diets (AIN-76/AIN-90) as well as from nutrients recommendations. Assays were also performed with diets formulated only with vegetable source ingredients (vegetal NUVITAL 18% and vegetal NUVITAh 22%), in order to eliminate the animal proteins therefore minimising the microbiological contamination. Microbiological examination consisted ox analysis of not autoclaved, autoclaved and leftover animal cages feed samples. Feed was analised for mesophilic aerobic standard plate count, molds and yeasts, Staphylococcus aureus, conforms, fecal coliforms, Salmonella, sulfite-reducing Clostridia and Bacillus cereus by traditional microbiological methods and for bacterial total count, molds and yeasts, coliforms and Staphylococcus aureus by rapid bacteriological analysis kits. Moisture and water activity determinations were also performed. The results showed that the diets are in accordance with the United States National Research Council Requirements with regard to crude protein content, but in relation to amino acids composition they are deficients mainly by methionine and cysteine deficit. At all EPop evaluation biological assays the control- diet showed the best food efficiency ratio (CEA) and EPop values, indicating the best growth promoting value, with 1,2 to 1,5 and 1,3 to 1,7 times greater values, to CEA and Epop, respectively, than those for natural ingredients diets (autoclavable NUVTLAB CR-1 and vegetal NUVITAL 22%), which were analogous among themselves. On the average, the diets provided animal gain weight within the expected rates. It was settled that the cumulative food consumption and the body weight are time linear functions, and the body weight is a cumulative food consumption linear function, showing strong positive significant linear correlations, with correlation coefficients greater than 0,9899 (p<0,01)J 0,9885 (p<0,01) and 0,9898 (p<0,01), respectively. The AIN-78 diet showed 96,35% of Apparent Digestibility and 70,06% of Apparent Biological Value whereas the autoclavable diet NUVILAB CH-1, 76,47% and 78,76%, respectively. With regard to Apparent NPU, it was 67,51% for AIN-76 and 60,28% for autoclavable NUVILAB CR-1. The moisture determination showed levels within manufacturer specifications (12,5%, maximum); the water activity within the 0,590 to 0,752 interval indicated limited microbial proliferation chance, limited to xerophilic molds. The microbial assays results performed within a 13 months interval showed stable microbiological quality for not autoclaved ration, meeting manufacturer standard, and indicated Salmonella absence and no Staphylococcus aureus and coliforms detection. The not autoclaved and left over animal cages feed samples did not show sulfite-reducing Clostridia and Bacillus cereus growth. The rapid bacteriological analysis kits results indicated greater values than those with traditional methods. The ration sterility was not reached, suggesting autoclaving and/or feed sampling failures.
Data de Defesa: 23-10-1992
Código: 000053725
Informações adicionais:
Idioma: Português
Data de Publicação: 1992
Local de Publicação: Campinas, SP
Orientador: Debora de Queiroz Tavares
Instituição: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Engenharia de Alimentos
Nível: Dissertação (mestrado)
UNICAMP: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Nutrição

Dono: ti_cm
Criado: 22-09-2009 16:37
Visitas: 2588
Downloads: 75

Endereço: http://www.fea.unicamp.br/alimentarium/ver_documento.php?did=1869